Crítica - Tucker & Dale Vs Evil (2010)

Realizado por Eli Craig
Com Tyler Labine, Alan Tudyk, Katrina Bowden

A indústria norte-americana de filmes de terror/ fantástico de baixo custo, tanto nos oferece títulos medíocres e ridículos como obras de excelência, e é nesta última categoria que se encaixa este “Tucker & Dale Vs Evil”, uma brilhante comédia de terror que nos maravilha com a sua hábil mistura entre violência e humor. A sua história centra-se em Tucker e Dale (Tyler Labine e Alan Tudyk), dois inocentes e inofensivos pacóvios que devido a uma série de terríveis mal-entendidos, acabam por ser confundido com dois serial killers maníacos, por um bando de estudantes universitários.


A história de “Tucker & Dale Vs Evil” não tem nada de muito assustador, intelectual ou controverso, mas é muito criativa e hilariante. Eli Craig utilizou os maiores clichés dos filmes de terror (clássicos e/ou actuais) para desenvolver vários momentos humorísticos de luxo, onde somos confrontados com uma deliciosa mistura entre a extrema idiotice/ burrice dos seus intervenientes e a violência exacerbada que resulta das mortes acidentais dos estudantes. As várias tiradas cómicas de Tucker e Dale são soberbas, mas é a incrível dinâmica destrutiva que se desenvolve entre eles e os estudantes universitários que se assume como o melhor elemento desta curiosa obra, que não tem muitos momentos enfadonhos ou desinteressantes. É verdade que os seus últimos vinte minutos não são tão forte ou interessantes como os seus sessenta minutos iniciais, ou que o relacionamento amoroso que se estabelece entre Tucker e Allison (Katrina Bowden) não se mistura muito bem com a sua essência cómica/ macabra mas, mesmo assim, este “Tucker & Dale Vs Evil” assume-se como uma fantástica comédia de terror, onde de cinco em cinco minutos alguém é acidentalmente triturado ou empalado. Alan Tudyke Tyler Labine estão fantásticos como Tucker e Dale, sendo mesmo uma das maiores forças motrizes deste filme canadiano cheio de gore e humor, que felizmente chegou às nossas salas de cinema.

Classificação – 4,5 Estrelas Em 5

2 comentários:

  1. de acordo, comédia hilariante!

    ResponderEliminar
  2. caralho, e eu pensando que ninguem mais tinha visto esse filme.

    sensacional, uma boa zoada nos clichés sempre cai bem.

    ResponderEliminar

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana

Membro Oficial

Membro Oficial