Crítica - The Cold Light of Day (2012)

Realizado por Mabrouk El Mechri 
Com Henry Cavill, Bruce Willis, Sigourney Weaver Ao limitar e adiar a estreia norte-americana deste “The Cold Light of Day” para Setembro de 2012, a Summit Entertainment deixou bem claro que este filme de ação está longe de ser uma obra magistral que seja digna de ser vista nas salas de cinema. Este claro sentimento de mediocridade é evidenciado pelos seus terríveis trailers, mas é definitivamente confirmado pelo ridículo início desta sofrível produção norte-americana que acompanha a irrealista jornada de Will Shaw (Henry Cavill), um jovem gestor de Wall Street, cuja família é sequestrada durante uma viagem a Espanha. Will terá poucas horas para a encontrar, revelar uma conspiração governamental e descobrir a ligação que existe entre o sequestro e os segredos do seu pai.


O seu elenco tem um nível coletivo bastante mediano, mas acaba por ser o único elemento menos mau desta obra, onde os conhecidos Henry Cavill, Bruce Willis e Sigourney Weaver brindam-nos com três performances inconvincentes e insatisfatórias. O veterano Bruce Willis até merece uma certa tolerância, porque só aparece em pouco mais de vinte minutos, mas Weaver e Cavill não têm essa benesse e só podem utilizar a péssima qualidade do argumento para justificarem os seus levianos desempenhos. A realização de Mabrouk El Mechri também é bastante fraca porque, para além de não ter conseguido criar nenhuma poderosa ou imaginativa sequência de ação, não foi capaz de credibilizar e dinamizar uma confusa e ridícula trama cheia de lacunas e defeitos, afinal de contas nunca conseguimos compreender a lógica que se esconde por detrás de grande parte dos eventos deste filme, ou descobrir o que está escondido na misteriosa mala que está na base de todos as contrariedade que afetam a vida da personagem central que, de um momento para o outro, deixa de ser um simples jovem bancário e passa a ser um soldado altamente treinado com uma insaciável sede de vingança. Estes são apenas os pontos negativos mais óbvios e escandalosos deste “The Cold Light of Day”, um filme defeituoso e demasiado rebuscado que emana fortes ondas de amadorismo e mediocridade em todas as suas cenas. Será que há alguém que acredita que este filme não vai figurar na lista dos piores filmes de ação do ano?

 Classificação – 1 Estrela em 5

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana

Membro Oficial

Membro Oficial