Crítica - Dark Tide (2012)

Realizado por John Stockwell
Com Halle Berry, Mark Elderkin, Olivier Martinez

É preciso ter coragem para ver este “Dark Tide”, não por ser um filme assustador mas por ser uma incrível seca e um enorme insulto aos clássicos filmes de terror que envolvem tubarões, sendo ainda mais ridículo e enfadonho que o recente e sofrível “Shark Night 3D” (2011). A sua fraca história é protagonizada por Kate (Halle Berry), uma mergulhadora profissional que ficou traumatizada quando o seu experiente mentor sofreu um ataque mortal de um tubarão branco durante um mergulho de rotina. Um ano após este traumático evento, Kate decide aceitar a irrecusável proposta monetária de um milionário britânico, que quer que ela participe num arriscado mergulho recreacional com tubarões em pleno mar alto, no entanto, este seu regresso ao oceano e ao convívio com tubarões terá consequências devastadoras para si e para todos os envolvidos nesta aventura marítima. 
A única coisa que tem que saber sobre este filme é que é, do início ao fim, muito mau e um tédio total. A sua história é muito parada e as suas personagens têm um desenvolvimento muito deficiente, mas o pior é mesmo a clara ausência de sequências dignas de um thiller de terror que envolve tubarões assassinos. O seu mediano elenco também não lhe acrescenta muita coisa. Entre alguns atores sem grande nível e incógnitos encontramos a veterana Halle Berry, uma atriz oscarizada e mundialmente conhecida que tem aqui uma performance bastante negativa que ensombra o seu real valor e coloca mais uma mancha na sua carreira, algo que, no meu entender, não pode ser compensado pelo elevado caché que presumivelmente recebeu por entrar nesta paupérrima produção que infelizmente não tem nada que se aproveite, sendo apenas um grande desperdício de tempo e paciência. 

 Classificação – 0,5 Estrelas em 5

3 comentários:

  1. Perguntei a uns amigos que foram a A.E e realmente a palavra "seca" foi a que mais ouvi quando lhes perguntei o que acharam do filme... Halle Berry esta em claro declínio de carreira desde algum tempo para cá e pelos vistos ou já perdeu o "jeito" ou anda a fazer uma má escolha de projectos.

    ResponderEliminar
  2. É sempre um prazer ler as tuas reviews, só a primeira frase está fantástica, e infelizmente é a mais pura das verdades.

    Sarah
    Http://depoisdocinema.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Obrigado Sarah. O filme realmente é para esquecer. Jorge-ML - O filme é realmente mau. Quanto a Halle Berry, vamos a ver como se sai no Cloud Atlas. Acho que será o momento decisivo da sua carreira.

    ResponderEliminar

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana

Membro Oficial

Membro Oficial