Game of Thrones Não Acabará Com Sequências Gratuitas de Sexo e Violência, Mas Após Críticas de Fãs As Próximas Temporadas Serão Mais Inocentes

Os fãs de "Game of Thrones" sempre criticaram a aposta excessiva de D.B. Weiss e David Benioff, os criadores da série, em sequências de sexo e violência gratuitas que em nada impactam a trama da série e que muitas vezes nem aparecem retratadas no livro. O principal alvo destas críticas foi a já famosa sequência de violação sexual de Sansa Stark durante a quinta temporada da famosa série. Fontes próximas à HBO revelam agora que as próximas temporadas de "Game of Thrones" também irão apostar nessas sequências, mas a sua presença será muito mais tímida e de certa forma inofensiva. A mesma fonte revela que Weiss e Benioff ouviram a opinião dos fãs e vão diminuir as sequências que promovem violência sexual contra as mulheres, mas não irão retirar da série as sequências sexuais e violentas. Estas vão-se manter porque, segundo os responsáveis, são importantes para contextualizar um mundo brutal onde coisas terríveis acontecem. Para Weiss e Benioff, "Game of Thrones" desenrola-se num cenário pesado e carregado de injustiças e tais sequências, embora fortes, fazem parte do quotidiano do Universo da série, mas perante as críticas de que foram alvo, sequências de violação sexual não deverão aparecer no ecrã, pelo menos de uma forma tão explícita como a de Sansa Stark.

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial