Iñárritu Consegue Dupla Vitória Inédita Nos Prémios do Sindicato de Realizadores. Truman Conquista em Espanha os Principais Prémios Goya

Em 2015, Alejandro González Iñárritu venceu o Prémio de Melhor Realizador dos DGA Awards, o prémio do Sindicato de Realizadores, pelo seu trabalho em "Birdman". Em 2016 repetiu a proeza, desta vez pelo seu trabalho em "The Revenant". O cineasta mexicano, que era o favorito, a par de George Miller, reforça assim a sua posição de favorito relativamente ao Óscar de Melhor Realizador, onde uma vez mais deverá ter George Miller, de "Mad Max: Fury Road", como principal rival. Alex Garland ("Ex-Machina") foi considerado o Melhor Realizador Estreante, já Matthew Heineman ganhou o prémio de Melhor Realizador Por Um Documentário por "Cartel Land". 
Embora tivesse apenas seis nomeações aos Prémios Goya, os Óscares de Espanha, "Truman" acabou por ser o grande vencedor destes prémios, já que arrebatou os títulos de Melhor Filme, Melhor Realizador (Cesc Gay), Melhor Ator (Ricardo Darín), Melhor Ator Secundário (Javier Camara) e Melhor Argumento Original. Este drama, que explora uma crónica urbana sobre amizade e doença, venceu o favorito "La Novia" de Paula Ortiz, que, pese embora as suas doze nomeações, conquistou apenas os prémios de Melhor Atriz Secundária (Luisa Gavasa) e Melhor Fotografia.  Nenhum destes projetos tem ainda uma data de estreia marcada para Portugal. O thriller argentino "El Clan" foi considerado o Melhor Filme Latino, já "Mustang" venceu o Goya de Melhor Filme Em Língua Não Espanhola. 

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial