Crítica - Area 51 (2015)

Realizado por Oren Peli
Com Reid Warner, Darrin Bragg, Ben Rovner

Os criadores dos franchises de terror "Paranormal Activity" e "The Purge" juntaram as suas veias criativas num novo projeto indie de terror, mas o que acabou por sair deste "Area 51" não enobrece nenhuma das suas respectivas carreiras, muito pelo contrário. Este resultado final representa sim mais uma mancha fácil de esquecer mas complicada de apagar no campo dos filmes found footage, sendo que neste caso também os filmes sci-fi foram arrastados para um buraco negro de qualidade e imaginação que não satisfaz ninguém.
O ponto de partida dos seus problemas é a sua história, onde seguimos os passos de quatro jovens fascinados por extraterrestres que decidem invadir a popular Área 51. E fazem-no com o objetivo de revelar ao mundo todo os segredos que esta esconde, mas como já se previa, esta sua missão corre muito mal. Esta premissa já era, de certa forma, previsivelmente fraca, mas os responsáveis por "Area 51" conseguiram torná-la ainda mais pesada e negativa por intermédio de uma completa ausência de suspense. O terror também não existe. Um dos culpados destes problemas é a péssima aplicação da técnica found footage, mas o principal culpado é mesmo um argumento fraco e aborrecido que nunca puxa pelo pouco mistério e interesse que uma premissa tão básica como esta poderia ter.
Não é por isso de estranhar que os primeiros sessenta minutos de "Area 51" sejam um completo desperdício de tempo e paciência, já que apenas mostram os quatro jovens a preparar a sua demasiado fácil invasão da Área 51. O resto do filme passa-se já dentro da Área 51, mas também denota uma clara ausência de ação, tensão e medo. A invasão dos jovens é fraca em contexto, mas ainda mais fraca em fio narrativo. Isto leva apenas a um conjunto de sequências tremidas e descobertas inconsequentes de valor negativo  e incompreensível.
Tudo isto levou a que este híbrido entre filmes de terror e fantasia tenha passado completamente ao lado das salas de cinema em todo o mundo. A sua mais que duvidosa qualidade motivou portanto o seu merecido afastamento dos olhares do público, mas aqueles que tiveram ou tiverem a infelicidade de o ver poderão testemunhar o perfeito exemplo de um péssimo filme found footage sem qualquer qualidade redentora.

Classificação - 0,5 Estrelas em 5 

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial