Os 24 Candidatos aos Óscares - 2ª Parte - Os Indies

As nomeações aos Óscares 2018 só serão divulgadas em Janeiro, mas entre a extensa lista de filmes já estreados ou que ainda irão estrear nos Estrados Unidos da América já conseguimos filtrar aqueles que têm mais hipóteses de conquistar as principais estatuetas da 7ª Arte e realizar um excelente percurso na restante época de prémios. Ao longo de quatro partes divulgaremos esses títulos e prestaremos valiosas informações sobre os mesmos, sendo agora altura de revelar os seis candidatos de cariz independente.

Call Me By Your Name

Foi uma das grandes sensações do Festival de Sundance 2017, mas também de outros festivais de renome internacional, como Berlim, Lonres, Zurique, Nova Iorque, Toronto ou San Sebastián. É já considerado uma pérola do circuito indie e, por isso mesmo, é apontado como um dos grandes candidatos à nomeação ao Óscar de Melhor Filme. Porque é que então não figura na lista de Favoritos? A razão prende-se com o seu tema polémico que acompanha uma relação homossexual imprópria entre um adulto e um adolescente. 

Lady Bird

A parceria entre Greta Gerwig (realizadora) e Saoirse Ronan (atriz) em "Lady Bird" pode ser explosiva e já valeu muitos elogios ao filme, tantos que o catapultaram imediatamente para o topo dos candidatos às nomeações aos Óscares. É, no entanto, bem mais provável que Saoirse Ronan consiga chegar à nomeação ao Óscar de Melhor Atriz do que "Lady Bird" consiga atingir a nomeação ao Óscar de Melhor Filme, mas em todo o caso é bem provável que este drama indie seja uma das possíveis sensações surpresa desta época de prémios. 

Wonderstruck

As primeiras impressões e opiniões não são esmagadoramente positivas, mas um filme de Todd Haynes nunca deve ser posto de parte. Após ter apresentado um soberbo "Carol", Haynes regressa aos fortes dramas femininos com um projeto forte e com um elenco de luxo, onde se destaca Julianne Moore. Por esta altura, "Wonderstruck" está praticamente arredado da luta pelo Óscar de Melhor Filme, mas quem sabe se não surpreende em outras categorias. 

The Florida Project

Esta é mais uma pérola do cinema independente norte-americano de 2017. Os elogios são abundantes e as expectativas de chegar aos Óscares também. Embora seja um filme bem mais leve que a outra pérola indie do ano, "Call Me By Your Name", "The Florida Project" pode surpreender até porque nos faz recordar de uma outra pérola indie que em 2012 varreu Hollywood, o drama "Beasts of the Southern Wild".

The Big Sick

Esta comédia dramática romântica, que recentemente estreou em Portugal, está a ser um êxito nos Estados Unidos e, dentro do género, está a ser apontado como um dos melhores do ano. É por esta e por outras que "The Big Sick" figura nesta lista, porque realmente tudo pode acontecer atendendo ao seu sucesso.

Novitiate 

Entre todos os candidatos desta lista de filmes independentes, "Novitiate" é provavelmente aquele que menos hipóteses tem de chegar aos Óscares, até é porque é a escolha mais polémica. Este drama explora questões bastante complexas como a identidade sexual no seio da igreja ou até a complexidade dos votos religiosos. O certo é que a crítica adora-o, mas será que a Academia vai adorá-lo também? Atenção a Melissa Leo que pode voltar a lutar pelo Óscar de Melhor Atriz Secundária graças à sua elogiada performance.

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial