Crítica - The Mountain Between Us (2017)

Realizado por Hany Abu-Assad
Com Kate Winslet, Idris Elba

Em tempos chegou-se a pensar que "The Mountain Between Us" poderia ter potencial para chegar aos Óscares, mas o certo é que acabou por não corresponder a essas expectativas douradas. Embora esteja completamente afastado do radar da época de prémios, este drama romântico de sobrevivência de Hany Abu-Assad tem as suas mais-valias, sendo que estas são encabeçadas pelas performances dinâmicas de Kate Winslet e Idris Elba.
São estes dois astros britânicos o principal tour de force desta produção que, verdade seja dita, depende imenso deles para causar impacto e para promover o drama e o romance que pretende promover. Estes dois ilustres astros dão vida a dois estranhos que, após um acidente de aviação, têm que se unir para sobreviver em condições atmosféricas extremas numa remota montanha. Quando percebem que a ajuda não vai chegar, decidem embarcar numa viagem assustadora por centenas de quilómetros de terra selvagem, encorajando-se mutuamente para aguentar e abrindo espaço para uma atração inesperada.


A história não tem qualquer complexidade ou profundidade, tendo até um fio narrativo bastante banal. É por esta mesma razão que o portentoso trabalho de Winslet e Elba é tão importante para o resultado final. Se não fosse por este duo, "The Mountain Between Us" seria, muito provavelmente, um filme completamente banal. Não o é porque este par britânico mostra toda a sua elegância, talento e profissionalismo e consegue transformar uma história banal num filme que consegue prender o espectador à ligação entre as duas principais personagens. Fora isto, "The Mountain Between Us" não apresenta muitos mais componentes positivos, sendo, no entanto, interessante realçar que nos traz também um agradável trabalho de fotografia por parte de Mandy Walker. Também se destaca uma interessante sequência que explora o desastre de avião que envolve os protagonistas. Ainda assim, "The Mountain Between Us" acaba por aproveitar as suas mais-valias e capitaliza-as num resultado final que, no final, revela-se minimamente interessante para quem procura um filme com tendências românticas. 

Classificação - 2,5 Estrelas em 5

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana

Membro Oficial

Membro Oficial