Crítica - Home Again (2017)

Realizado por Hallie Meyers-Shyer
Com Reese Witherspoon, Lake Bell, Michael Sheen

Perdido no meio dos lançamentos de 2017 encontramos "Home Again", uma típica comédia romântica de Hollywood que tentou adoptar, sem sucesso evidente, uma abordagem mais refrescante, jovem e moderna. Não teve sucesso nenhum sucesso no box office internacional ou nacional e, junto da crítica, acabou por ter ainda menos sucesso, tendo sido trucidado pela sua narrativa esquecível e pelo seu estilo romântico banal.

Reese Witherspoon interpreta uma mulher recém separada e mãe de dois filhos que se revela uma personagem tão singela como o filme. Este segue a sua jornada no seu novo formato de mãe solteira e à procura de começar uma nova carreira, sendo que tal jornada é acompanhada por três jovens que, a seu convite, passam a morar em sua casa enquanto tentam singrar em Hollywood. É nos dado a entender que estes jovens até acabam por ter uma carreira promissora em Hollywood, mas o que é certo é que "Home Again" não teve um percurso promissor e não ficará na memória de ninguém. 
É certo que tentou escapar ao cliché do final romântico feliz e tentou, também, incluir uma dinâmica diferente da habitual neste género ao nível do desenvolvimento da sua temática familiar, mas o que é certo é que o resultado final em todos os campos é muito insatisfatório. Os elementos narrativos e familiares que envolvem a enfadonha jornada da personagem de Witherspoon são, todos eles, parcimonioso e promovem, no final, um sentimento geral de reprovação. 

 Classificação - 2 Estrelas em 5

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica em Destaque

Membro Oficial

Membro Oficial