Mais Recentes

Post Top Ad

Your Ad Spot

domingo, setembro 08, 2019

Especial MOTELx 2019 - Entrevista a David Vieira, Co-Realizador de Achosargus Probatocephalus, Também Realizado por Siavash Shahmoradi

Tal como em edições anteriores, o Portal Cinema volta a aliar-se ao MOTELx  para vos trazer 10 Entrevistas com os criadores das 10 Curtas-Metragens a concurso ao Prémio Melhor Curta de Terror Portuguesa / Méliès d'Argent. Apresentamos agora uma entrevista com David Vieira, um realizadores da curta Archosargus Probatocephalus, também realizada por Siavash Shahmoradi.



REALIZAÇÃO David Vieira, Siavash Shahmoradi 
ARGUMENTO David Vieira 
PRODUÇÃO David Vieira 
ELENCO Neil Summerville 
DATAS DE EXIBIÇÃO - 10 Setembro 2019 às 00h00 no Cinema São Jorge - Sala Manoel de Oliveira & Sábado, 14 Setembro 2019 às 13h00 no Cinema São Jorge Sala 3

SINOPSE - A vida de um homem obcecado em controlar cada aspecto da sua vida, mantendo, a todo o custo, o perfeito equilíbrio e simetria da realidade que o circunda. Mas, no dominó da sua vida, basta uma peça tombar para que tudo o resto caia por terra.


Portal Cinema – Antes de explorarmos um pouco o projeto que vem apresentar ao MOTELx 2019, gostaria que falasse um pouco sobre o seu percurso profissional até ao dia de hoje. Qual a sua formação? E o que fez antes de começar a trabalhar neste projeto?

David Vieira - No que toca a minha formação profissional acabo de me licenciar em realização de cinema e televisão, em Cambridge no Reino Unido. A qual tem reflectido memórias e projectos fantásticos nestes 3 anos de estudo, com oportunidades internacionais devido a toda a comunidade MultiCultural. No entanto a minha maior experiência vem, da vivência diária, da procura da captação genuína dos momentos únicos perdidos no tempo. Tive também a oportunidade de participar na edição do Motelx de 2018.

Portal Cinema – Quais são as suas principais influências cinematográficas? E, já que estamos a falar no enquadramento de um Festival de Terror, qual é o seu Top 3 de Filmes de Terror favoritos?

David Vieira - As minhas principais influências talvez de certa maneira peculiares e desinfeitadas, refletem a peculiaridade de Tim and Eric, a genuidade Gaspar Noe e a megalomania de ​Jodorowsky​. Enquanto aos meus filmes favoritos de terror, diria “The Invitation”, “Cannibal Holocaust” e “Coherence”.

Portal Cinema – Tem algum sonho/objetivo em particular que pretenda alcançar no mundo cinematográfico?

David Vieira - Pessoalmente o meu maior sonho e ambição cinematográfica é poder trazer esta mesma qualidade gráfica e poder ilustrativo do cinema para a nossa troca de informação linguística. Ou seja permitir a capacidade da visualização direta e instantânea das ideias e conceitos que acabamos por comprimir e alterar em símbolos sonoros, na procura de trazer arte e criatividade a nossa vida diurna e resolver todos os problemas que surgem pela falhas e diferenças comunicativas.

Portal Cinema – O que o levou a criar este projeto? E o projeto final ficou como imaginou?

David Vieira - Este projeto surgiu de uma oportunidade e sonho de trabalhar numa curta com uma grande amigo e colega meu Siavash Shamoradi que numa sessão de brainstorm se agregou a ideia da obsessão simétrica com o personagem peculiar e de origem desconhecida. Por mais difícil que seja traduzir um ideia mental perfeitamente para o mundo real do cinema, acredito que ficou muito parecido com o intuito original.

Portal Cinema – Como criador, como o descreve? ​O que pode o espectador esperar e o que espera que ele sinta ao vê-lo?

David Vieira - O filme, espero que reflicta a perfeita dança harmônica entre o caos e a ordem, a estreita linha entre o hipnotismo cinematográfico e o aborrecimento digital, entre a loucura e a sobria sanidade. Espero que o espectador se sinta incomodo e ao mesmo tempo repleto de pura curiosidade... e que perceba que tudo que nos rodeia está inteiramente conectado.

Portal Cinema – O que significa a presença da sua curta na Competição Oficial do MOTELx? E perante isto quais são as suas expectativas globais (quer no festival, quer posteriormente) para a mesma?

David Vieira - Para mim significa tudo, MotelX é o meu festival de terror favorito e procuro sempre trazer e contribuir com algo do meu universo espacial. Sendo esta a 13o edição acredito ser um momento muito especial para todos os artistas presentes. E espero que o sucesso deste filme para o qual tanto trabalhamos e esfolamos sem procura de pagamentos nos traga pelo menos alguns gritos, risos e aplausos noutras sala de cinema perdidas por aí.

Portal Cinema – E o que nos pode dizer sobre os seus projectos futuros? O seu futuro profissional passará por Portugal ou poderá haver uma aposta no estrangeiro?

David Vieira - Sobre o meu projeto futuro acontece que me encontro também eu numa altura muito especial pois procura iniciar este mês ainda um projeto de dedicação total neste mesmo ano. Onde procuro trazer ao rio memético social a simples interrogação existencial universal sobre tudo, todos e ela mesma. Procuro fazer uma livestream 24 horas onde procuro aprender o máximo possível e formular criticamente o maior número de questões e possíveis respostas às mesmas num ping pong com a comunidade online. Procurado desafiar as pessoas a fazer o mesmo, a aprender sobre o mundo a sua volta, a lutar pelos seus sonhos enquanto partilham este mesmo percurso com mundo na procura de ajuda global e cooperação comunitária. Apesar de ser um projeto sem fim definido procura neste todo trajeto começar ou incentivar a criação de uma rede universal e descentralizada para a partilha e arquivo de informação audiovisual. Pois acredito solenemente que nos encontramos numa época muito especial e crucial onde trazer o debate de todos os temas e problemas futuros aos cidadãos da comunidade global de forma a criar uma união mundial fundamentada no indivíduo e na sua diversidade, é imperativo a nossa sobrevivência futura.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas