Mais Recentes

Post Top Ad

Your Ad Spot

sexta-feira, outubro 25, 2019

Anca Damian e Roménia em Destaque na Abertura do CINANIMA 2019


A realizadora romena Anca Damian, tem honras de abertura da 43.ª edição do CINANIMA 2019, com a antestreia o seu mais recente filme “L'Extraordinaire Voyage de Marona” (“A extraordinária viagem de Marona”), que será exibido na sessão de abertura da 43.ª edição (segunda-feira dia 11/11/2019 pelas 22h, no Centro Multimeios de Espinho), e uma masterclasse sobre a produção desta obra na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (no mesmo dia, pelas pelas 10h). A estreia no circuito comercial de “L'Extraordinaire Voyage de Marona” (uma co-produção da Roménia, França e Bélgica) terá lugar mundialmente em janeiro de 2020, mas o CINANIMA conseguiu assegurar a antestreia do filme em Portugal (sendo também a sua antestreia na Península Ibérica; o filme foi exibido em junho em França no Festival de Annecy).
Em “L'Extraordinaire Voyage de Marona” assistimos ao desfiar das memórias de uma cadelinha chamada Marona, que depois de ser atropelada por um carro passa em revista a sua vida, recordando todos os seus anteriores donos e o amor que por eles. Através da fidelidade e da forma empática com que Marona criou laços especiais com essas pessoas, todas tão distintas entre si, o seu percurso é uma lição de amor. Este filme, embora marque uma mudança no paradigma de Anca Damian, pois não é inspirado numa personagem verídica e não é construído como narrativa de documentário, mas mantém o foco narrativo da autora em transpor estórias de vida para o ecrã usando a animação e a sua diversidade gráfica e técnica como um recurso especial. Esta obra é um drama biográfico que emocionará o público, com a peculiaridade de ter um grafismo bastante alegre e vibrante que contrasta com a história contada, acentuando as características das diferentes fases do percurso de vida da protagonista.
Anca Damian uma realizadora com carreira no cinema de imagem real desde 1996, conquistou o mundo do cinema de animação em 2011 com o seu documentário “Crulic”, onde usava a linguagem gráfica animada com diversos estilos para narrar o drama real de Claudio Crulic, um cidadão da Roménia que na Polónia é erradamente acusado de roubo e que fez uma greve de fome que durou 4 meses e o levaria à sua morte. Em 2015, Damian volta à animação com novamente um documentário “La montagne magique” (“A Montanha Mágica”), também um drama biográfico sobre Adam Jacek Winkler, acompanhando quase meio século de vida deste refugiado polaco.
Para o CINANIMA é uma honra poder ter Anca Damian nesta edição do festival, uma vez que representa um caso raro de realizadores que, começando na imagem real abraçaram o cinema de animação, realizando um percurso em ambas as áreas de forma complementar, o que demonstra que existem novos lugares para o cinema de animação de autor. A presença de Anca Damian no CINANIMA conta com o apoio da Embaixada da Roménia em Portugal, através do Instituto Cultural Romeno em Lisboa; o projeto do serviço educativo do CINANIMA 2019 no âmbito do qual será apresentada a masterclasse com esta realizadora é patrocinado pela Fundação ALTICE. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas