Full width Top advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Programação Completa do Porto Femme 2020 - Festival Começa Amanhã

Programação Completa do Porto Femme 2020 - Festival Começa Amanhã
Programação Completa do Porto Femme 2020 - Festival Começa Amanhã


O Porto Femme - Festival Internacional de Cinema nasce em 2018, para dar palco ao trabalho realizado por mulheres na sétima arte. É no cruzamento entre o universo cinematográfico e a consciência e lutas das mulheres, que o Porto Femme se afirma como lugar de partilha, debate e criação para todos os amantes de cinema - dos participantes, aos visitantes.

Inicialmente marcado para junho de 2020, o festival foi adiado devido à pandemia de Covid-19. Está de regresso à Invicta já no próximo mês de outubro, com um vasto programa fílmico. Para esta edição, a organização do festival selecionou 127 filmes, oriundos de 39 países, de um total de 575 recebidos. As sessões de exibição tomam lugar no Cinema Trindade, Casa Comum da Reitoria da UP, Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural e Zero Lodge Box Porto.

A exibição dos filmes selecionados, de realizadoras portuguesas e estrangeiras, pretende sensibilizar, informar e despertar o público para as questões sociais e políticas que afetam as mulheres em todo o mundo. O evento procura dar palco à luta feminista, na sua diversidade. “Empoderamento” e “igualdade” são, por isso, palavras de ordem, no universo cinematográfico celebrado.

O programa fílmico deste ano reflete, novamente, a diversidade de géneros, temáticas e linguagens. Mas o Porto Femme - Festival Internacional de Cinema no Feminino garante ao público uma oferta variada e apelativa, que vai muito além das sessões competitivas. Entre os formatos presencial e online, o evento inclui workshops, mostras e exposições, debates e sessões de perguntas e respostas. Visitantes e participantes são convidados a imergir nestas experiências e diálogos, onde a mulher é peça central.

O evento está organizado de acordo com todas as regras da Direção-Geral da Saúde, como o uso obrigatório de máscara, a redução da lotação das salas e espaços fechados e a higienização frequente dos espaços e superfícies. Uma componente da programação migra para as plataformas online, como um dos workshops e parte da exposição inserida no projeto Femme Quarantine. Posteriormente, haverá uma extensão online do festival, cujas datas estão ainda por anunciar. 



COMPETIÇÃO NACIONAL


CURTAS-METRAGENS

ESTEREOSCOPIA, realizado por Sandrine Cordeiro (Portugal)

RUBY, realizado por Mariana Gaivão (Portugal)

QUANDO FOR TARDE - ALICE BY NIGHT, realizado por Matilde Calado (Portugal)

CHECKPOINT, realizado por Juulia Kalavainen (Portugal)

ESCURO, realizado por Leonor Alexandrino (Portugal)

ALVORADA, realizado por Carolina Neves (Portugal)

TEUS BRAÇOS, MINHAS ONDAS, realizado por Débora Gonçalves (Portugal)


ANIMAÇÕES

O PRESIDENTE VESTE NADA, realizado por Clara Borges e Diana Agar (Portugal)

CELLFIE, realizado por Débora Mendes (Portugal)

SENTIR-ME, realizado por Débora Rodrigues, Joana Flauzino e Vanessa Santos (Portugal)

AQUI ENTRE NÓS, realizado por Rita Castro (Portugal)

CARACOL, realizado por Cybelle Mendes (Portugal)



DOCUMENTÁRIOS

WHEN THE LIGHT GOES OUT, realizado por Tânia Prates (Portugal)

A JANELA, realizado por Patrícia Sobreiro (Portugal)

OÙ EN ÊTES.VOUS, TERESA VILLAVERDE?, realizado por Teresa Villaverde (Portugal)

RAPOSA, realizado por Leonor Noivo (Portugal)

SOL NEGRO, realizado por Maureen Fazendeiro (Portugal)

SOU AUTOR DO MEU NOME MIA COUTO, realizado por Solveig Nordlund (Portugal)

PARTO SEM DOR, realizado por Maria Mire (Portugal)

OUTSIDE THE ORANGES ARE BLOOMING, realizado por Nevena Desivojevic (Portugal)

LAR DOCE ESCOLA, realizado por Ana Oliveira e Sara Santos (Portugal)


COMPETIÇÃO ESTUDANTIL


CURTAS-METRAGENS DE FICÇÃO

LES ENFANTS DU RIVAGE, realizado por Amelia Nanni (Bélgica)

BEN AND MIMI - MIMI AND BEN, realizado por Eva Rini May Cragg (EUA)

CARGO - DER TRANSPORT, realizado por Christina Tournatzés (Alemanha)

ELEPHANT IN THE ROOM, realizado por Chanelle Eidenbenz (Suíça)

FISH-BOWLE - A FISH IN A PUNCH BOWL, realizado por Tanja Hurrle (Alemanha)

I AM MACKENZIE, realizado por Artemis Anastasiadou (EUA)

LA LLORONA, realizado por Rosana Cuellar (México)

OFFBEAT, realizado por Myrte Ouwerkerk (Holanda)

TILL THE END OF THE WORLD, realizado por Florence Bouvy (Holanda)

XY, realizado por Anna Karín Lárusdóttir (Islândia)


DOCUMENTÁRIOS

GASTÃO, realizado por Tânia Teixeira (Portugal)

SHINIGAMIN, realizado por Inês Paredes e Susana Nevado (Portugal)

CARAVAGYO, realizado por Joana Lourenço e Ana Manana (Portugal)

SHE DYES HER HAIR PINK, realizado por Viv Li (Portugal)

VARIATIONS, realizado por Inês Pedrosa e Melo (Portugal)

BAT, realizado por Claudia Claremi (Cuba)

I SEE IN THE DARK, realizado por Lana Bregar (Eslovénia)

SLEEPWALKER, realizado por Andrea Yu-Chieh Chung (EUA)


ANIMAÇÕES

YOUR FUTURE, realizado por Petra Stipetic e Maren Wiese (Alemanha)

INSIDE ME, realizado por Maria Trigo Teixeira (Alemanha)

OUT OF RANGE, realizado por Yijia Cao e Lana Choukroune (França)

SYNCHRONICITY, realizado por Chaerin Im (Reino Unido)

FLORA, realizado por Michelle Brand (EUA)



FILMES EM EXIBIÇÃO


LONGAS-METRAGENS

THIS IS WHERE I MEET YOU, realizado por Katharina Ludwig (Alemanha)

PILATE, realizado por Linda Dombrovszky (Hungria)

OCEAN GIRL, realizado por Djin Sganzerla (Brasil)


CURTAS-METRAGENS

19, realizado por Marina Ziolkowski (França)

THE GIRL WHO COMES ON THURSDAYS, realizado por Noemi Chantada (Espanha)

ONE DAY, realizado por Annalisa Vozza (Colômbia/Itália)

QUI VIVE, realizado por Anaïs Debus (Bélgica)

DA COR DO CÉU SEM NÚVENS, realizado por Helena Guerra (Brasil)

TERROIR, realizado por Dawn Westlake (EUA)

REFLECTIONS FULL OF LIFE, realizado por Marieta Petchanska (Bulgária)

THE SUMMER OF 12, realizado por KUO,KUAN-LING (Taiwan)

RIPPLES, realizado por Aleksandra Czenczek (Reino Unido)

SYNCHRONIZATION, realizado por Anna Kasinska (Polónia)

VACA, realizado por Marta Bayarri (Espanha)

CHEATING, realizado por Mihriban Tandogan (Turquia)

ASSIA, realizado por Malika Zairi (Marrocos)

SEE YOU TOMORROW, realizado por Pauline Mabille (França)

SELMA AFTER THE RAIN, realizado por Loli Menezes (Brasil)

MOMMY’S CALF, realizado por Viktoria Runtsova (Rússia)

GOOD GIRL, realizado por Merja Maijanen (Finlândia)

A MENTOR, realizado por Szonja Szabó (Hungria)

HANDARBEIT, realizado por Chen-Wen Lo (Alemanha)

IN THIS LAND WE’RE BRIEFLY GHOSTS, realizado por Anne Thorens (Myanmar)

DIAGONALE, realizado por Anna Paavilainen (Suíça)

TWO BODIES ON A BEACH, realizado por Jessica Barclay Lawton (Finlândia)

LIVING ROOM, realizado por Marie-Amélie Steul (Japão)

MARISOL, realizado por Zoe Salicrup (EUA)

YOM RAGIL, realizado por Lee Gilat (Israel)


DOCUMENTÁRIOS

MALAMADRE, realizado por Amparo Aguilar (Argentina/Uruguai)

MADRINAS: HISTORIAS DE VAGINISMO, realizado por Laura Laplana (Espanha)

DO YOU GO OUT?, realizado por Ines Jokoš (Croácia)

BEYOND THE CLOUDS, realizado por Caroline D’hondt (Bélgica)

MINHA HISTÓRIA É OUTRA, realizado por Mariana Campos (Brasil)

THE BEHOLDER OF THE EYE, realizado por Karen Sztajnberg (EUA)

FAKIR, realizado por Helena Ignez (Brasil)

THE WOMAN WITH HER OWN LIGHT, realizado por Sinai Sganzerla (Brasil)

DIGA MEU NOME, realizado por Juliana Chagas Gouveia (Brasil)

THAT WITCH DOES NOT KILL, realizado por Alexe Poukine (Bélgica)

THE CUP IS ALREADY FILLING UP, realizado por Debora Elgeholm (Suécia)

WE WERE FOOLS FOR THINKING IT WAS..., realizado por Plural Authorship Collective (Bélgica)

LA PETITE MORT, realizado por Annie Gisler (Suíça)

PARDA, realizado por Tai Linhares (Brasil)


ANIMAÇÕES

NATALIE D, realizado por Angele Beraud (França)

THE GODS OF TINY THINGS, realizado por Deborah Kelly (Austrália)

AND YET WE’RE NOT SUPER HEROES, realizado por Lia Bertels (Bélgica)

FANTASMIA, realizado por Luise Fiedler (Alemanha)

THE SPINNING TOP, realizado por Shiva Momtahan (Irão)

MY VAGINA LABYRINTH, realizado por BadBadMeowMeow (Taiwan)

URBAN SHINX, realizado por Maria Lorenzo Hernandez (Espanha)

I SPY, realizado por Colectivo de mulheres (Argentina)

MOTHER AND MILK, realizado por Ami Lindholm (Finlândia)

ROK-YEAR, realizado por Małgorzata Bosek-Serafinska (Polónia)



EXPERIMENTAIS

WE HAVE A DREAM, realizado por Satoko Kojima Hoshino (Espanha)

FARRUCA, realizado por Virginia Expósito (Espanhaa)

GRITOS MUDOS, realizado por Susana Sánchez-Carballo (Costa Rica)

MENSCH MASCHINE OR PUTTING PARTS TOGETHER, realizado por Adina Felicitas Camhy

(Áustria)

THE BEAUTY OF THE ORIGIN, realizado por Cristina dezi e Hannah Molcar (Espanha)

WITHOUT, realizado por Enni Red (Rússia)

THE FLIGHT OF THE CONTRARY, realizado por Stephanie Rodrigues (Portugal)

ALI, realizado por Rain Kencana (Alemanha)

GIRLS GROW UP DRAWING HORSES, realizado por Joanie Wind (EUA)

THE STONE GUEST, realizado por Marina Fomenko (Rússia)

UNIVERSE, realizado por Carolin Biedermann (Alemanha)

LEAVING TO LIVE, realizado por David Rodrigues (França)

TARO, realizado por Dani Rebner (Espanha)

SANTA SANGRÍA, realizado por Roser Tananbum e Baptiste Grandin (Espanha)

BOOKANIMA: ANDY WARHOL, realizado por Shon Kim (EUA)

A ESCRITORA, realizado por Hugo Pinto (Portugal)

I AM FATOU, realizado por Amir Ramadan (Itália)

LA FLACA, realizado por Thiago Zanato e Adriana Barbosa (México)

ROSÁRIO realizado por Juliana Soares Lima e Igor Travassos (Brasil)

ANNA, realizado por Dekel Berenson (Reino Unido)

COLOURBLIND, realizado por The Bashford Twins (Reino Unido)

REMINISCENCE, realizado por César Zamudio de Souza (Perú)

AFTER THE BEEP, realizado por Florian Bison (EUA)

MOTHERS, realizado por Lorenz Christian Kohler (Alemanha)

ORACLE, realizado por Aaron Poole (Canadá)

MENUETT, realizado por Felix Karolus (Alemanha)

PENG, realizado por Jegwang Yeon (Itália)

ALIEN, realizado por Martin Thaler (Coreia)

PROJECT BABY, realizado por Johannes Pico (Dinamarca)

CÁ DENTRO, realizado por Tiago Pimentel (Portugal)

O FILHO PRODÍGIO, realizado por Luísa Pinho e Carlos Coelho Costa (Portugal)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Bottom Ad [Post Page]