Full width Top advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Crítica - El Aviso (2018)

Crítica - El Aviso (2018)
Crítica - El Aviso (2018)

Realizado por Daniel Calparsoro
Com Raúl Arévalo, Aura Garrido, Hugo Arbues

É mais um grande exemplo da vitalidade do cinema espanhol e da sua enorme capacidade para produzir thrillers diferentes, intrigantes e, acima de tudo, de grande qualidade. É precisamente uma intriga de suspense e qualidade que encontramos em ”El Aviso”, onde seguimos a bizarra jornada de Jon (Raúl Arévalo), um génio esquizofrénico e incompreendido que presencia um assalto no qual o seu amigo, David (Sergio Mur), é baleado e fica em estado vegetal. Comovido pela eminente morte de David, Jon passa a investigar a ligação entre diversos incidentes anteriores que ocorreram no mesmo sítio e descobre um padrão matemático entre eles. Segundo os seus cálculos, a próxima vítima será Nico (Hugo Arbues), um rapaz inocente de 10 anos cuja vida ainda pode ser salva.
É muito interessante ver como o seu enredo usa habilmente as ideologias impossíveis das viagens no tempo e junta-os com previsões matemáticas igualmente complexas para criar um thriller que, sem nunca entrar a sério no caminho da ficção científica, desenvolve uma jornada de mistério digna de um cinema fantástico de grande qualidade. Sim, “El Aviso” não é um thriller sci-fi, quanto muito poderia ser um thriller sobrenatural, já que é dada a breve indicação que o que está por detrás dos eventos é uma entidade paranormal e não tanto uma anomalia temporal. É claro que as teorias de viagem no tempo fazem parte integrante da trama, sendo que o seu conceito revela-se importantíssimo para uma conclusão que não dá grandes respostas, mas oferece-nos sim um desfecho digno!
Por seguir um plano bem definido que quase não sofre desvios, “El Aviso” acaba por não desviar atenção e, embora monte a sua trama entre vários pontos temporais, acaba por se revelar um filme muito coeso que não deixar grandes pontas soltas e consegue manter o espectador em suspense do início até ao fim. E há melhor mérito que este para um thriller?

Classificação - 3,5 Estrelas em 5

Sem comentários:

Publicar um comentário

Bottom Ad [Post Page]