Full width Top advertisement

As Nossas Críticas

Notícias

Post Page Advertisement [Top]

Em Plena Pandemia, os Cinemas Drive-In Voltaram a Ser um Sucesso

Em Plena Pandemia, os Cinemas Drive-In Voltaram a Ser um Sucesso

Com as salas de cinema fechadas e com muita população sem acesso a Videoclubes ou Plataformas Streaming, como a Netflix ou a Hulu, os Cinemas Drive-In estão a conquistar popularidade nos Estados Unidos da América. 
Por praticamente todos os Estados dos Estados Unidos da América, os Cinemas Drive-In que, antes do Covid-19 estavam à beira da extinção e falência, estão agora a ter uma nova vida e a obter lucros importantes que podem representar a sua subsistência por mais algum tempo após a crise passar. E porque é que estes cinemas ao ar livre são tão populares e não são proibidos? 
Como o próprio nome indica, os Cinemas Drive-In são salas de cinema inconvencionais maioritariamente ao ar livre que, acima de tudo, respeitam não só as distancias de segurança como oferecem peculiares barreiras de proteção: os carros. Como os filmes são vistos dentro dos carros de cada um e estes, por norma, não podem ter mais que cinco pessoas no seu interior, os Cinemas Drive-In acabam por se tornar numa boa forma de ver cinema fora de casa e em plena segurança, respeitando ao mesmo tempo a necessidade de distância social e de manter barreiras de proteção. É claro que, hoje em dia, os Cinemas Drive-In estão ainda preparados para que uma pessoa possa ver um filme e até consumir comida e bebida sem ter qualquer interação com staff ou outros clientes! Para uma maior proteção, os Cinemas Drive-In até aconselham que só aja uma ou duas pessoas por carro, aumentando assim as medidas de proteção e segurança. 
É claro que, ainda assim, os Cinemas Drive-In não estão isentos a riscos, mas oferecem muito mais proteção, neste momento, que as salas de cinema convencionais, daí serem tão populares nos Estados Unidos. Mas estes ainda continuam populares nos Estados Unidos porque o Governo Americano ainda não decretou medidas que limitem a liberdade de circulação, porque a partir do momento que o Governo ou os Estados decretarem essas medidas, também os Cinemas Drive-In passarão a ser locais proibidos e também terão que fechar. Em Portugal ou na maioria dos países da Europa, por exemplo, atualmente os Cinemas Drive-In também teriam que fechar, tal como as salas de cinema convencionais.  É, por isso, uma realidade muito norte-americana, aliás foi neste território onde estes cinemas nasceram e onde, eventualmente, irão morrer em último também. É porque o que o Covid-19 provou é que, havendo procura e possibilidade, os Cinemas Drive-In terão espectadores e, no caso atual, muitos espectadores até! 
A imprensa especializada norte-americana estima que estão em funcionamento 350 Cinemas Drive-In nos Estados Unidos, a maioria na Califórnia ou nos Estados do Sul, onde o tempo tem ajudado à proliferação desta atividade! A mesma imprensa estima que a maior parte das sessões desses Cinemas Drive-In registam assistências acima da média, mas nem todos exibem filmes recentes. A maior parte, aliás, só exibe filmes clássicos, sendo os filmes de terror e os blockbusters clássicos os produtos mais exibidos. Com tantas notícias más provocadas pelo Covid-19 e com tanta imprensa negativa que se tem visto em Hollywood é bom ver que, pelo menos um sector, esta a resistir à crise.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Bottom Ad [Post Page]