Ticker

6/recent/ticker-posts

Crítica - Raya e o Último Dragão (2021)

Disney Divulga o Emocionante Trailer de Raya e o Último Dragão

Realizado por Don Hall, Carlos López Estrada


Exibido primeiramente no Disney+ e, depois, nos cinemas, "Raya e o Último Dragão" está longe de ser a melhor produção de animação da Disney, sendo já certo que não será das mais rentáveis devido à pandemia. Embora longe de um Top 10 da Disney há, ainda assim, valor nesta obra que poderá ajudar a travar o declínio qualitativo das produções de animação da Walt Disney Studios. 

É irrefutável que, com a excepção de "Frozen", a Disney (sem a Pixar) tem vindo a ter dificuldades em produzir êxitos em nome próprio, dependendo cada vez mais do poder da Pixar para triunfar no mundo das animações. Este seu mais recente projeto está bem acima de outros lançados recentemente, mas ainda assim exterioriza um certo declínio criativo por parte da Disney no campo da animação, pelo menos comparativamente com a subsidiária Pixar. 

Sim, "Raya e o Último Dragão" é uma bela animação com um detalhe técnico muito interessante, sendo das melhores obras a nível colectivo que a Disney produziu nos últimos anos (incluindo a sequela de "Frozen"), mas faltou-lhe algo para se tornar memorável. 

É inegável que "Raya e o Último Dragão" se insere nos esforços que a Disney tem promovido para aproximar as suas animações a uma nova geração que se prende mais à ação do que ao misticismo da narrativa. E há de facto muita ação neste projeto, talvez em demasia até. Isto porque tantas sequências de ação acabam por retirar um pouco de emoção e drama à história que, na sua base, presta uma homenagem de qualidade ao folclore chinês e à cultura asiática! É pena que tanta ação tenha desprovido o filme de mais alma e coração! E talvez seja esta a maior critica que se lhe possa fazer.

Em todo o caso há muito mais de positivo do que negativo nesta bela animação. É cedo para dizer se é um candidato sério ao Óscar de Melhor Animação, mas parece certo que a sua nomeação já está garantida. Um pouco mais de magia e espírito Disney não teria feito mal a "Raya e o Último Dragão", mas no global é de facto uma animação muito positiva que mostra que a Disney ainda não lhe perdeu o jeito. Será que representará um ponto de viragem?


Classificação - 3,5 Estrelas em 5



Enviar um comentário

0 Comentários