Crítica - Big Hero 6 (2014)

Realizado por Don Hall 
Com TJ Miller, Jamie Chung, Maya Rudolph 

Levemente inspirado numa das mais desconhecidas bandas desenhadas da Marvel Comics, "Big Hero 6" é o pródigo resultado da primeira colaboração da Marvel com a Walt Disney no campo das longa metragens de animação. O que se pode retirar desta primeira parceria é portanto um produto bastante agradável com um elevado primor técnico que junta a adrenalina e a ação dos típicos filmes de super heróis produzidos pela Marvel, com as ligações emocionais e familiares que marcam presença nos filmes de animação produzidos pela Disney. Esta próxima relação entre ação e emoção está bem presente nesta obra e funciona com um grande dinamismo e colaboração, dando assim origem a um filme engraçado e agradável de se ver que, sem recorrer ao exagero em nenhum dos parâmetros da equação, consegue apelar a qualquer tipo de público sem grandes dificuldades.


A história de "Big Hero 6" tem como protagonista Hiro Hamada, um jovem génio no campo da robótica que aprende a tirar partido da sua inteligência graças ao seu brilhante irmão Tadashi e aos seus amigos: a viciada em adrenalina Go Go Tamago, o obcecado pela organização Wasabi No-Ginger, a génio da química Honey Lemon e o fanboy Fred. A vida de Hiro parece estar destinada à simples felicidade, mas tudo muda quando uma inesperada mudança de acontecimentos com consequências trágicas catapulta-o para o centro de uma trama perigosa que o levará a partir para uma guerra contra um super vilão que ameaça a paz na sua cidade. Para o combater, Hiro terá que unir esforços aos seus amigos mais próximos e a um simpático robot chamado Baymax para, assim, conseguir salvar aquilo que mais adora. 
Brilhantemente animado, "Big Hero 6" apresenta um primor técnico de elevada qualidade que faz justiça à imagem de marca da Walt Disney Pictures que, mais uma vez, apresenta-nos um produto visualmente caprichado que não desaponta nestes parâmetros. A juntar a uma animação bem conseguida e muito pormenorizada, "Big Hero 6" tem também a seu favor uma história simples e relativamente típica mas muito bem montada que, para gaudio dos espectadores mais velhos e novos, equilibra com muita aptidão os momentos de ação e adrenalina com as visões dramáticas e as lições morais que vão marcando a jornada do protagonista. Este equilíbrio está muito bem conseguido e dá azo a um produto muito agradável, que verdade seja dita está longe de ser revolucionário ou memorável, mas que apesar de tudo cumpre com tudo aquilo que promete, ou seja, entrega ao público uma simples e agradável história de super heróis virada para um público infantil, que consegue ainda ter ápices de humor e drama bem direcionados que ressoam muito bem junto de qualquer espectador que procure um filme de animação bem enquadrado nos objetivos a que se propõe.

Classificação - 3,5 Estrelas em 5

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial