Crítica - Nightlight (2015)

 
Realizado por Bryan Woods e Scott Beck
Com Carter Jenkins, Chloe Bridges, Mitch Hewer

As intenções deste mediano "Nightlight" até não eram más, mas o que é certo é que esta espécie de derivação juvenil de "Blair Witch Project" (1999) mais não é que um filme de terror completamente inofensivo que não consegue aproveitar ou capitalizar o melhor do subgénero de terror que tenta replicar sem qualquer proveito ou especial carisma, criatividade ou curiosidade. É por isso que a suposta aventura sobrenatural que cinco estudantes enfrentam numa floresta assombrada é tão insípida e tão sem vigor como um simples passeio pelos bosques, porque embora exista uma certa tentativa de criar tensão e terror junto do espectador, esta acaba por se dissipar rapidamente em péssimos momentos e ideias que, claro está, integram um desenvolvimento e desfecho nada proveitoso ou glorioso.

Classificação - 1,5 Estrelas em 5

1 comentários:

  1. Não percebo porque é que se dá ao trabalho de ver os filmes se não gosta de nenhum!

    ResponderEliminar

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial