Pérolas Indie - It Follows (2014)

Realizado por David Robert Mitchell
Com Maika Monroe, Keir Gilchrist, Jake Weary
Género - Terror

Sinopse - Para a jovem Jay, de dezanove anos, o Outono deveria ser sinónimo de escola, rapazes e fins de semana no lago. Mas na sequência de um encontro sexual aparentemente inocente, Jay vê-se atormentada por estranhas visões e pela terrível sensação latente de que alguém ou algo está a segui-la. Perante esta situação, Jay e os seus jovens amigos têm de encontrar forma de escapar aos horrores que parecem estar sempre no seu encalço.

Crítica - Considerado pela crítica especializada como um dos melhores filmes de terror do ano passado, "It Follows" já tinha deixado por cá muito boas indicações quando foi exibido na Edição de 2014 do MOTELx, mas apesar do seu sucesso em festivais e no mercado norte-americano demorou demasiado tempo a chegar às salas de cinema portuguesas, mas o que realmente importa é que acabou por ter uma merecida oportunidade de assustar o público português. Ao contrário da esmagadora maioria das produções de terror que saíram de Hollywood em 2014, "It Follows" cumpre o que promete e destaca-se por isso como um verdadeiro filme de terror que não defrauda as expetativas do seu público alvo e apanha de surpresa todos aqueles que esperavam encontrar nesta obra mais um produto cliché que não assusta ou convence.
Fiel a um estilo narrativo moderno mas com claras raízes clássicas, "It Follows" oferece-nos uma trama bem montada e com um competente nível de complexidade criativa que entretém e assusta sem recorrer a caminhos fáceis, mas o seu maior trunfo reside na sua capacidade de manter sem problemas ou estereótipos à mistura um ambiente pleno de suspense e expetativa até final. No fundo, "It Follows" representa uma aposta diferente mas muito interessante no seio das produções de terror de cariz juvenil que, como bónus, junta ainda a uma mistura já de si muito competente um conjunto de ideias capazes e confere um impressionante twist às já velhinhas temáticas das maldições pessoais e das entidades sobrenaturais que assombram jovens indefesos mas com os seus próprios pecados. Este produto sobrenatural não é portanto nada previsível, banal ou incompetente e, embora não seja um clássico instantâneo, junta numa trama equilibrada e repleta de mistério e tensão um conjunto agradável de boas ideias modernas que funcionam muito bem e que, juntamente com um elenco competente e uma direção capaz, promove junto de qualquer espectador todos aqueles sentimentos que um filme de terror deve arrancar ao seu público.


Classificação - 4 Estrelas em 5

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial