Óscares 2018 - Vencedores

Os vencedores dos Óscares 2018 já foram anunciadors. Sem surpresas, "Three Billboards Outside Ebbing, Missouri" e "Shape of Water" estiveram entre os grandes vencedores da noite, com "The Shape of Water" a levar para casa 4 Óscares, incluído Melhor Realizador e Melhor Filme. "Three Billboards Outside Ebbing, Missouri" teve que se contentar com os Óscares de Melhor Atriz (Frances McDormand) e Melhor Ator Secundário (Sam Rockwell), mas pelo menos McDormand teve o discurso da noite e, apesar de ter sido dos mais longos, merecia levar para casa a mota de água que Jimmy Kimmel prometeu dar ao vencedor que fizesse o discurso mais curto! Quem acabou por "ganhar" o prémio foi o costume designer Mark Bridges de "Phantom Thread" que, como já devem ter avinhado, deu ao filme de Paul Thomas Anderson o Óscar da Noite, o de Melhor Guarda-Roupa. Isto porque o Óscar de Melhor Ator Principal foi entregue a Gary Oldman pela sua prestação em "Darkest Hour". O filme venceu também o Óscar de Melhor Caracterização.

Entre os blockbusters, "Dunkirk" e "Blade Runner 2049" eram os filmes mais nomeados e confirmaram o favoritismo nas categorias técnicas com vitórias. "Dunkik" levou para casa os Óscares de Melhor Mistura de Som, Edição de Som e Edição, já "Blade Runner 2049" triunfou nas duas principais categorias visuais: Melhor Fotografia e Efeitos Visuais. Um dos grandes destaques da noite foi a vitória de "Get Out" na categoria de Melhor Argumento Original, já menos surpresa existiu na categoria de Melhor Argumento Adaptado, onde "Call Me By Your Name" e James Ivory triunfaram. Foram os únicos Óscares da noite para estes dois filmes. Também "I, Tonya" só recebeu um Óscar, o de Melhor Atriz Secundária, que foi entregue a Allison Janney. Isto significou que, entre os nomeados ao Óscar de Melhor Filme, apenas "The Post" e "Lady Bird" saíram dos Óscares sem prémios. De nada serviu ao filme de Greta Gerwig ter sido considerado, pelo Rotten Tomatoes, o filme com melhor classificação de 2017. O único filme com mais de uma nomeação a fazer o pleno de vitórias foi a animação "Coco" que, sem surpresa, ganhou o Óscar de Melhor Animação e juntou-lhe ainda o de melhor Canção Original. Destaca-se ainda o Óscar de Melhor Curta de Animação entregue a Kobe Bryant epelo seu trabalho de guionista em "Dear Basketball". Entre os Filmes Estrangeiros, o Óscar regressou à América Latina, tendo sido entregue ao filme chileno "A Fantastic Women". Este é o palmarés da 90ª Edição dos Óscares que contou com momentos marcantes e mais uma competente apresentação por parte de Jimmy Kimmel que, sem ser muito controverso, conseguiu criar falatório e promoveu bons momentos de diversão, como a invasão de uma sala de cinema cheia de espectadores que, tal como aconteceu no ano passado, foram transportados para o epicentro dos Óscares!

Melhor Filme
The Shape of Water

Melhor Atriz - Drama
Frances McDormand em “Three Billboards Outside Ebbing, Missouri”

Melhor Ator – Drama
Gary Oldman em “Darkest Hour”

Melhor Atriz Secundária
Allison Janney em “I, Tonya”

Melhor Ator Secundário
Sam Rockwell em “Three Billboards Outside Ebbing, Missouri”

Melhor Realizador
Guillermo del Toro por “The Shape of Water”

Melhor Filme de Animação
Coco

Melhor Argumento Original
Get Out

Melhor Argumento Adaptado
Call me By Your Name

Melhor Canção
'Remember Me' em “Coco”

Melhor Banda-Sonora
The Shape of Water

Melhor Filme em Língua Estrangeira
A Fantastic Woman

Melhor Fotografia
Blade Runner 2049

Melhor Guarda-Roupa
Phantom Thread

Melhor Edição
Dunkirk

Melhor Caracterização
Darkest Hour

Melhores Efeitos Especiais
Blade Runner 2049

Melhor Edição de Som
Dunkirk

Melhor Mistura de Som
Dunkirk

Melhor Design de Produção
The Shape of Water

Melhor Curta de Animação
Dear Basketball

Melhor Curta Live-Action
The Silent Child

Melhor Curta Documental
Heaven is a Traffic Jam on the 405

Melhor Documentário
Icarus


0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica em Destaque

Membro Oficial

Membro Oficial