Espaço Séries: Dr.House


Dr.House foi uma lufada de ar fresco em termos de séries que retratam hospitais. E tudo por causa da personagem que dá origem ao nome da série. Dr.House. Dr.Gregory House. Se a série tem drama como “E.R : Serviço de Urgência” , se tem relações entre médicos como em “Anatomia de Grey”, acrescenta algo mais, um género de humor que provavelmente não seria muito bem recebido na vida real (julgo que se tivesse um doutor como o House eu ainda o agredia) mas que funciona muito bem na televisão. São vários sorrisos entre situações dramáticas. A personagem de Hugh Laurie tem um dom. Hugh Laurie tem um dom. Alguém imaginava outra personagem a encarnar tão bem o papel? Quem escreve o argumento da série tem um dom. No início Hugh Laurie poderia não ser o escolhido por ser britânico mas depressa convenceu os produtores que só ele poderia ser Dr. Gregory House. Apesar da série muitas vezes ser “one show man” , Dr.House tem uma equipa preparada para as piores situações. A Dra Alison Cameron, uma médica moralista e muito preocupada com os clientes que desenvolve um amor pelo chefe da equipa. O Dr.Eric Foreman o mais parecido com House em termos de personalidade, forte e teimoso, o que provoca vários conflitos entre os dois e Dr.Robert Chase que é mais “pau mandado” de House e que acaba por se apaixonar por Cameron.
Além da equipa House ainda convive diariamente com a administradora do hospital Dra. Lisa Cuddy que quase sempre vai contra os métodos do irreverente Dr. , mas que defende a sua competência acima de tudo. Enquanto o Dr.James Wilson, responsável pela oncologia, é o melhor amigo de House, o único que “aguenta” as manias do estranho doutor viciado em comprimidos. É com Wilson que House muitas vezes desabafa, acabando muitas vezes em discussões divertidas. Wilson pode ser também considerado por uma consciência de House. A verdade é que todas as personagens centrais têm papeis importantes mas é o Dr.Gregory House que faz toda a diferença. A ironia, o sarcasmo, o humor e ao mesmo tempo a inteligência são uma mistura que resulta de uma forma fantástica. Quase sempre cada episódio começa fora do hospital com o começo de um novo caso. Assim que o paciente chega ao hospital a equipa de Dr.House é chamada a intervir e procuram descobrir o que é que o paciente tem. A equipa de diagnósticos tem por vezes tarefas muito complicadas mas são guiadas pela inteligência de House, que vai aprendendo que nem ele sabe tudo. House sofre de uma deficiência na perna direita o que o obriga a usar uma bengala e refugiar-se em “Vicodin” e outros medicamentos para aliviar a dor. Esperamos agora para ver como será a quarta temporada da série onde a equipa de House é desfeita e uma nova equipa será construída.

Classificação - 4,5 Estrelas Em 5

Enviar um comentário

3 Comentários

  1. Mais uma vez, um excelente espaço séries.
    Quem é que não gosta do maravilhoso mundo do Dr.House e da sua arrogancia de génio. Pena passar a horas impróprias na Tvi, merecia melhor tratamento.

    ResponderEliminar
  2. bom trabalho bruno, belo texto. concordo em pleno. House é uma daquelas séries marcantes, desempenhos excelentes também vamos ver como sai a 4ª temporada...

    ResponderEliminar
  3. Bom espaço e excelente série, Hugh laurie no seu melhor

    ResponderEliminar