Ticker

6/recent/ticker-posts

Crítica - Zack and Miri Make a Porno (2008)

Realizado por Kevin Smith
Com Seth Rogen, Elizabeth Banks, Craig Robinson

A comédia norte-americana ganhou, na minha opinião, um novo fôlego com “Zack and Miri Make a Porno”, um filme bastante divertido que se distancia das bases narrativas que geralmente pautam este género cinematográfico. É claro que esta obra dirigida por Kevin Smith mantém alguns traços básicos das comédias tipicamente juvenis, como a utilização excessiva de palavrões ou a aposta numa grande quantidade de piadas fáceis e comuns, mas dentro da generalidade, “Zack and Miri Make a Porno” surpreende com o seu extravagante argumento e talentoso elenco. O filme conta-nos a história de Zack e Miri, dois amigos inseparáveis que vivem juntos mas que nunca se envolveram romanticamente. Até que, soterrados em dívidas, sem água e electricidade, têm uma ideia genial de como fazer algum dinheiro extra, um filme pornográfico, com os dois como co-protagonistas. Zack escreve o argumento e os dois, com a ajuda dos amigos, começam a recrutar estrelas pornográficas. E no fim, Zack e Miri arriscam-se a perceber que o que sentem um pelo outro é mais profundo do que imaginavam.

   

Ao apostar numa vertente cómica e simples do complexo mundo da pornografia, Kevin Smith imitou o polémico sucesso da comédia romântica “The Girl Next Door”, que em 2004 rompeu várias barreiras do circuito comercial norte-americano, ao apresentar um polémico enredo que se centrava numa história romântica entre um adolescente e uma estrela pornográfica que decidiram criar um negócio de vídeos de educação sexual. Esses vídeos eram protagonizados pelas maiores estrelas pornográficas norte-americanas, que assim ensinavam as boas práticas do sexo seguro aos adolescentes. “Zack and Miri Make a Porno” aposta essencialmente nessa mistura da pornografia e do romance com uma problemática social actual. O filme enquadra a sua história principal numa difícil conjectura economia que leva certas pessoas a cometerem actos anteriormente impensáveis, como por exemplo, entrar no rentável mas moralmente dúbio mundo da pornografia. Esta mistura entre problemáticas sociais e românticas dos protagonistas, rentabiliza o interesse do enredo e distancia o argumento da típica história romântica entre personagens principais que geralmente pauta este tipo de filmes. O humor presente em “Zack and Miri Make a Porno” não é muito elaborado ou complexo, mas deverá agradar à grande maioria do público, porque é bastante perceptível e simples. Existem algumas situações verdadeiramente embaraçosas e engraçadas, mas também existem algumas piadas demasiado fáceis e repetitivas que roçam o estatuto de cliché do género.
A realização de Kevin Smith é idêntica à dos trabalhos que nos tem apresentado ultimamente, ou seja, simples e sem grandes pontos de interesse. O elenco representa um dos pontos fortes do filme. O casal de protagonistas, composto por Seth Rogen e Elizabeth Banks, apresenta um trabalho bastante aceitável e recheado de química, algo que rentabiliza claramente a história romântica das suas personagens. Os principais momentos de humor do filme são levados a cabo por Craig Robinson, um excelente comediante/actor que mostra o seu potencial nesta obra. Dentro do género, “Zack and Miri Make a Porno” surpreende e assume-se claramente como uma das melhores obras dos últimos tempos. É uma boa comédia romântica que deverá agradar à grande maioria dos espectadores que procuram um filme divertido e original.

Classificação - 3,5 Estrelas Em 5

Enviar um comentário

2 Comentários

  1. O Seth Rogen está a ficar balofo pra caraças :D O filme talvez seja o primeiro do Kevin Smith com piada.

    ResponderEliminar
  2. Sendo apreciadora q.b. deste tipo de comédias mais extravagantes, confesso que a história de dois amigos de longa data que resolvem fazer um filme pornográfico para pagar as contas da casa me suscitou curiosidade. Assim, com um argumento que me parecia, no mínimo, inovador e tendo Seth Rogen no principal papel, contava passar cerca de hora e meia a rir às gargalhadas com este Zack and Miri make a porno. Mas tal não foi o caso: as piadas, regra geral, fáceis, parecem ter sido introduzidas à força ao longo do filme, sem um fio condutor entre elas. Por isso, na minha opinião, este filme que até tinha tudo para ser um verdadeiro divertimento, foi, na realidade, uma verdadeira desilusão...

    ResponderEliminar