Ticker

6/recent/ticker-posts

Crítica - Final Destination 4 (2009)

Realizado por David R. Ellis
Com Mykelti Williamson, Stephanie Honore, Shantel VanSanten

A quarta entrega de “Final Destination” repete a conhecida fórmula narrativa da saga e acaba por não surpreender ninguém que já conheça o estilo destas obras previsíveis e pouco assustadoras. A história do filme transporta-nos, inicialmente, até um dia cheio de diversão nas corridas que rapidamente se transforma num pesadelo para Nick O'Bannon, uma rapaz que tem uma premonição horrível em que uma sequência de acontecimentos bizarros causados por um acidente na pista, leva à sua morte e à dos seus amigos. Quando ele acorda deste sonho fica em pânico e tenta persuadir a namorada, Lori, e os seus amigos, Janet e Hunt, a irem embora, segundos antes da sua assustadora visão se tornar realidade. No entanto, os seus amigos começam a morrer um a um e ele tem de descobrir rapidamente uma forma de enganar a morte para sempre, antes de ele também chegar ao seu destino final.


O argumento desta obra é extremamente semelhante ao dos outros filmes da saga, algo que retira imprevisibilidade e originalidade à história que é novamente protagonizada por personagens juvenis e imaturas que vão sofrendo terríveis acidentes à medida que o enredo se desenvolve. Entre os fatídicos acidentes, as personagens principais procuram desvendar o macabro plano da morte, algo que lhes permitiria sobreviver aos trágicos e bizarros acontecimentos desencadeados pelo destino. A conclusão também segue os típicos parâmetros da saga ao apresentar-nos um final sangrento mas sem chama. As violentas mortes das personagens secundárias são as menos espectaculares e apelativas porque raramente surpreendem ou assustam o espectador. Esses momentos de grande intensidade eram os únicos que poderiam convencer o público mas a frágil direcção de David Ellis impediu um resultado visual de melhor qualidade. As performances inconvincentes dos inexperientes actores também contribuíram para a mediocridade deste filme de terror que é ainda mais fraco que os seus três antecessores.

Classificação – 1 Estrela Em 5

Publicar um comentário

0 Comentários