Ticker

6/recent/ticker-posts

Sugestões Para o Halloween – Treze Filmes De Terror

Night Of The Living Dead (1968)

Uma produção independente sobre zombies que agradou ao público e que posteriormente inspirou outras obras do género. O seu sucesso internacional deveu-se inteiramente ao génio do seu realizador, George A. Romero, um imaginativo cineasta que desenvolveu um modesto projecto que facilmente suplantou as produções de terror dos grandes estúdios cinematográficos.

The Exorcist (1973)

Uma intensa experiência cinematográfica que ainda hoje consegue cativar milhares de espectadores em todo o mundo, espectadores que se rendem facilmente à magnificência desta aclamada produção que arrecadou alguns prémios internacionais de grande prestígio, nomeadamente dois óscares da academia. Esta verdadeira obra-prima, aparentemente baseada em factos reais, conta-nos uma explícita e assustadora história sobre uma inocente rapariga que foi possuída por uma entidade malévola.

Halloween (1978)

John Carpenter, um icónico cineasta do cinema de terror, aterrorizou o mundo cinematográfico no final da década de setenta com uma magnífica história sobre um homem mentalmente instável que assassina brutalmente todas as pessoas que lhe aparecem à frente. Este primeiro episódio da mítica saga protagonizada por Michael Myers, um dos piores vilões da historia do cinema, revolucionou o género ao apresentar várias cenas de violência extremamente explícitas que colocaram os slashers no topo das preferências dos espectadores, algo que eventualmente desencadeou o aparecimento de obras semelhantes, nomeadamente “Nightmare on Elm Street” e “Friday The 13th”.

Alien (1979)

Uma obra que marcou o inicio de uma magnífica saga de ficção científica que também nos apresentou vários momentos de verdadeiro terror cinematográfico. Nesta fantástica introdução aos extraterrestres mais perigosos da sétima arte, somos apresentados à tripulação de uma nave terrestre que responde ao sinal de socorro de um planeta isolado, onde eventualmente descobrem uma mortífera entidade biológica que utiliza as propriedades do corpo humano para produzir máquinas biológicas de grande devastação e violência, uma situação que desencadeia uma verdadeira batalha entre raças que irão lutar pela sobrevivência da sua respectiva espécie.

Friday The 13th (1980)

O parque de campismo de Crystal Lake reabriu e os novos animadores chegaram para começar a organizar as diversões e os jogos que irão entreter os futuros hóspedes. Os animadores são jovens com uma mistura explosiva de energia, idealismo e hormonas descontroladas, mas rapidamente vão descobrir que existe um jogo que não estava nos seus planos, um jogo onde a vitória implica a sobrevivência. Nesta sua primeira aventura psicopática, Jason, auxiliado pela sua carinhosa assistente, extermina violentamente uma série de adolescentes que se encontravam no lugar errado à hora errada. Um festival de violência que não pode ser ignorado pelos apreciadores do género.

The Shining (1980)

Uma enigmática produção que nos transporta até uma realidade onde a loucura e o inexplicável imperam até final. Uma obra dotada de grandes performances individuais que explicitam na perfeição as ideias principais do valoroso argumento que assenta no desespero e na insanidade. Um soberbo clássico cinematográfico de Stanley Kubrick.

Poltergeist (1982)

Um simpático casal californiano é completamente devastado por uma incessante onda de terror e destruição que é protagonizada por vários espíritos sinistros que invadiram a sua casa e raptam a sua filha mais nova. Um fantástico thriller sobrenatural que elevou consideravelmente a categoria dos filmes sobre espíritos malignos.

Nightmare on Elm Street (1984)

Uma rapariga aparentemente normal é constantemente afectada por terríveis pesadelos que a impedem de conseguir algum descanso, infelizmente, essa rapariga descobre que os seus colegas de liceu também são afectados pelos mesmos pesadelos e pela mesma personagem infernal que lentamente vai chacinando indiscriminadamente todos os adolescentes do liceu nos seus próprios sonhos. Essa enigmática personagem é Freddy Krueger, um sádico e sanguinário demónio que rapidamente conquistou um pequeno espaço no “coração” do cinema de terror. Uma obra intemporal altamente recomendável.

Bram Stoker's Dracula (1992)

Francis Ford Coppola conseguiu fornecer à clássica personagem vampírica, uma história de grande intensidade que exteriorizou na perfeição todos os pressupostos qualitativos da clássica obra literária de Bram Stoker. A talentosa mistura de elementos místicos com momentos românticos é absolutamente perfeita.

The Blair Witch Project (1999)

Em Outubro de 1994, três estudantes norte-americanos desapareceram misteriosamente enquanto filmavam um documentário sobre uma lenda urbana numa das florestas mais densas do país. Um ano depois do seu desaparecimento, as imagens da sua trágica expedição foram encontradas e revelaram ao mundo os seus crescentes desacertos e entendimentos que eventualmente conduziram ao seu inexplicável desaparecimento. A premissa desta obra independente deixa antever uma história documental bastante intrigante que graças ao poder da internet, conseguiu uma rápida divulgação mundial.

The Ring (2002)

Uma adaptação ocidental relativamente interessante de “Ringu“, uma aclamada produção japonesa de terror. “The Ring” aprofunda uma lenda urbana sobre uma cassete de vídeo que eventualmente provoca uma trágica morte ao espectador, sete dias depois do seu visionamento. Um filme repleto de mistérios e reviravoltas que conquistou as bilheteiras internacionais.

Jun-On (2003/2007)

Uma inquietante trilogia japonesa que nos fala sobre uma maldição folclórica desse país, na qual se diz que quando uma pessoa morre num momento de extremo ódio, uma maldição nasce, tomando a forma das vítimas e habitando o local da morte, assombrando e matando qualquer um que entre em contacto com ela. Os três filmes dirigidos por Takashi Shimizu são largamente superiores às três adaptações ocidentais (The Grudge), exibindo grandes momentos de desconforto e inquietação que deverão surpreender o espectador.

Saw (2004)

Um filme extremamente perturbador que apela constantemente ao extremo do desespero humano para fornecer inúmeros momentos de sadismo ao espectador. O grande vilão desta história é JigSaw, um homem que utiliza o seu elevado intelecto para conceber complexos esquemas mortais que castigam as pessoas mais indignas da sociedade. Uma obra de violência explicita que iniciou uma série de filmes relativamente mais fracos mas igualmente violentos.

Publicar um comentário

2 Comentários

  1. Muito boa selecção. Acrescentaria apenas os filmes "REC" e "The Evil Dead". Gostei da referência ao "Ju-On", uma obra japonesa extremamente intensa e do melhor que a cinematografia japonesa tem para nos oferecer, mas que infelizmente passou despercebida por Portugal em detrimento do péssimo remake americano...

    ResponderEliminar
  2. Boas escolhas... Nao ficou assim nenhum de fora. Eu colocaria talvez ainda (no lugar do "The Ring" que nao gostei) o remake de Halloween, que na minha opinião é excelente!

    ResponderEliminar