Crítica - Last Night (2010)

Realizado por Massy Tadjedin
Com Keira Knightley, Sam Worthington, Eva Mendes

O filme de estreia de Massy Tadjedin, “Last Night”, não é uma excelente obra romântica, mas é claramente um início prometedor para esta cineasta iraniano-americana que nos oferece com este seu primeiro trabalho uma interessante análise sobre a instabilidade do amor. A história de “Last Night” centra-se em Joanna e Michael Reed (Keira Knightley e Sam Worthington), um feliz casal nova-iorquino que é subitamente atacado pela incerteza quando ambos se sentem atraídos por outros indivíduos (Laura (Eva Mendes) e Alex (Guillaume Canet) que os seduzem e que os levam a ponderar o futuro do seu matrimónio.


A sua história não é imensamente criativa, mas Massy Tadjedin analisa com astúcia e idoneidade várias temáticas interessantes que estão maioritariamente relacionadas com as inúmeras incertezas emocionais que costumam afectar a estabilidade romântica de um relacionamento e que por vezes conduzem à rotura do casal, uma análise séria e extremamente curiosa que poderá ser útil para vários casais reais que enfrentam incertezas semelhantes. Joanna e Michael têm um casamento feliz, mas sucumbem subitamente à tentação física (Lara) e emocional (Alex), traindo assim os votos matrimoniais que fizeram um ao outro, no entanto, esta sua traição não implica necessariamente o fim do seu casamento, uma ideia que é sustentada pela sua conclusão que não nos oferece um final verdadeiramente conclusivo e ainda bem que assim é. Os vários diálogos entre Joanna e Michael, ou entre estes e os seus respectivos “amantes”, são maioritariamente interessantes mas tornam-se por vezes enfadonhos e pouco relevantes mas são, mesmo assim, um dos melhores elementos deste filme que conta também com um elenco de luxo que é liderado por Keira Knightley e Sam Worthington, dois famosos actores que nos oferecem duas performances amenas mas satisfatórias. Eva Mendes e Guillaume Canet têm performances secundárias razoáveis, mas é o veterano Griffin Dunne que se assume como o melhor elemento do elenco secundário. “Last Night” é um filme interessante sobre as ambivalências do amor e do casamento, mas não é um filme extraordinariamente cativante ou emocionante.


Classificação – 3,5 Estrelas em 5

Enviar um comentário

6 Comentários

  1. Para mim este é um filme brilhante sem dúvida, a pontos de poder ser perturbador até. Diria que depende imenso de quem vê e do seu estado pessoal e dos relacionamentos onde está envolvido.

    A Última Noite" não só é visualmente belo, em contínuo estado de candura, que igualmente nos seduz e embala ao longo do visionamento.

    O melhor do filme é a atenção da realizadora aos detalhes e a sensibilidade que presta a cada personagem.
    Massy Tadjedin, é a autora deste magnifica obra. Escreveu e realizou com abundante mestria, dominando o filme habilmente, inserindo detalhes visuais fundamentais ao longo de toda esta mise-en-scéne riquíssima de pequenos pormenores. Servindo-se de uma fotografia charmosa nos seus tons e de enquadramentos que fazem sobressair o romantismo.
    Esta realizadora recorre ainda á técnica dos espelhos, deixando-nos como que a observar hipotéticos alter-egos que se questionam do que fazem. Brilhante.

    Em termos de argumento, apresenta uma construção inteligente, onde pontuam com brilho diálogos admiráveis e contundentes.

    Ser casado aqui pode parecer um mero detalhe mas a verdade é que, na minha visão, todo o filme gravita em torno desta detalhe fundamental. É o factor casamento que impede, agrava e fabrica as tentações.
    E é a partir do casamento que se faz a exortação dos sentimentos do coração, adultos que deixaram para trás ora casos mal resolvidos ora o desejo premente do momento.

    "Last Night" é um drama que recomendo fortemente a descoberta.

    Para quem estiver interessado, tenho uma massiva review a este magnifico filme. É longa e portanto também pode servir para quem queira adormecer com a minha reflexão, nunca se sabe mas pode ser serviço público ajudar a dormir...

    Cine-critica: Last Night (2010)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. seu comentário é magnífico e traduz as mesmas minhas descobertas sobre esse belíssimo filme. Acho que será difícil :) mas gostariade ver as publicações a respeito.

      Eliminar
    2. Estava no final do comentário, bastando clicar onde diz "Cine-Critica: Last Night (2010)", que é o link que a levará ao artigo...

      http://armpauloferreira.blogspot.pt/2011/06/cine-critica-last-night-2010.html

      Eliminar
  2. adorei o filme...
    excelentes atuações e elenco ótimo...

    ResponderEliminar
  3. Adorei o filme... tocou o fundo do meu coração porque me identifiquei com este caso. muito bem realizado...capaz de levar muita gente às lágrimas!

    ResponderEliminar