Full width Top advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Pérolas Indie - Unthinkable (2010)

Pérolas Indie - Unthinkable (2010)
Realizado por Gregor Jordan 
Com Carrie-Anne Moss, Michael Sheen, Samuel L. Jackson 
Género - Thriller 

Sinopse - Algures nos Estados Unidos da América, três bombas nucleares estão prontas a detonar. Há apenas dous dias para as encontrar e só um homem sabe da sua localização. Para surpresa da agente federal Helen Brody (Carrie-Anne Moss), o terrorista já se encontra detido e um misterioso interrogador chamado H (Samuel L. Jackson) está encarregado de obter a informação por todos os meios necessários. Com o prazo a terminar, a luta pelo poder entre os agentes e o terrorista torna-se mortal. 

Crítica – O governo de um país pode violar a lei internacional e os direitos mais básicos de um ser-humano se estiver em causa a proteção e a segurança da população? A tortura é aceitável se permitir salvar milhões de vidas humanas? É claro que fica sempre bem, a qualquer pessoa, dizer que os países que torturam os seus prisioneiros sob o pretexto de protegerem a sua população de ataques terroristas estão a agir erradamente e que a tortura nunca é aceitável, mas não há certas situações limite que podem justificar a prática de atos hediondos contra uma pessoa para assim salvar um grupo de pessoas? Estas perguntas não são de resposta fácil, ainda para mais se tivermos em conta este “Unthinkable”, um intenso e excitante thriller que nos faz pensar sobre todas estas questões e que até nos faz questionar algumas das nossas posições sobre esta complicada temática que, como já se sabe, é extremamente polémica em certas partes do globo, nomeadamente nos Estados Unidos da América. O seu argumento explora todos estes problemáticos dilemas através de uma série de poderosos diálogos, que derivam de um cativante jogo de personalidades entre três personagens notáveis (Samuel L. Jackson, Carrie-Anne Moss e Michael Sheen) que têm visões antagónicas sobre o mundo, algo que nos propicia, como é óbvio, um estimulante e interessante confronto de ideais. A força de “Unthinkable” também advém dos três grandes desempenhos dos três atores principais, do constante ambiente de incerteza que rodeia a sua trama e da presença de várias sequências de grande valor dramático, que nos mostram alguns dos violentos atos de tortura mais populares entre as várias agências norte-americanas. Este “Unthinkable” é, sem dúvida, um filme com um enredo muito bom que nos faz questionar certos ideias e que nos faz pensar sobre certos assuntos que estão na ordem do dia. 

Classificação – 4 Estrelas em 5

Sem comentários:

Publicar um comentário

Bottom Ad [Post Page]