Mais Recentes

Post Top Ad

Your Ad Spot

sábado, maio 12, 2018

Crítica - Fallen (2018)

Realizado por Scott Hicks
Com Hermione Corfield, Addison Timlin, Jeremy Irvine

Anunciado em 2014 como o mais que provável sucessor de "Twilight", "Fallen" nunca conseguiu corresponder às expectativas criadas e nem sequer entrou verdadeiramente no radar de milhões de jovens em todo o mundo. Jovem esses que desde "Twilight" que estão sempre ansiosos por verem o mais recente romance juvenil de Hollywood com características sobrenaturais. Por tudo o que de mau representa e apresenta, "Fallen" não foi claramente um desses filmes
Vários problemas de pré-produção e, posteriormente, inúmeros problemas de distribuição levaram a que esta adaptação cinematográfica do homónimo best seller de Lauren Kate fosse ignorada pelos principais mercados, incluindo o Europeu e o Norte-Americano. O filme começou por ser exibido em 2016 em circuitos mais secundários, como a América do Sul e o Sudeste Asiático, mas onde foi possível verificar que, efetivamente, "Fallen" nunca atingiria a popularidade de outras sagas. Esta obra acabou por chegar à Europa e à América do Norte mas, como já tinha acontecido em outros países, foi recebida com críticas muito negativas e por um plano de distribuição fraquissímo que o condenaram ao fracasso.
O certo é que mesmo com um bom plano de distribuição, "Fallen" teria fracasso na mesma em toda a linha. Estamos perante um filme sem qualidade que usa e abusa de estereótipos presentes em sagas juvenis mais bem sucedidas para tentar espremer breves nuances dramáticas, românticas e fantasiosas que possam fazer sentido no seio de uma narrativa péssima.
Em nenhum momento a história de "Fallen" convence ou cativa a nossa atenção. É um pobre recalque de algo já muito visto em Hollywood. A única diferença é que desta vez temos Anjos em destaque e não Lobisomens, Aliens ou Vampiros. É certo que a presença destas criaturas míticas poderia abrir as portas a curiosas questões e abordagens teológicas com possíveis twists interessantes, mas "Fallen" nunca cruza essas fronteiras e revela-se sempre como o produto mais simplório possível.  É como se disse um recalque puro de outras histórias populares que nunca inova, não surpreende nem arrisca em nenhum momento.
Estamos efetivamente perante a história banal que, em síntese, centra-se numa jovem Humana que tem um passado complicado e negro, mas que acaba por se descobrir a si própria quando  se apaixona por um belo Anjo que a salva da escuridão e do mal. Sendo que no final fica a ideia que caberá a este par romântico salvar o Mundo e os Anjos de uma Guerra, mas felizmente não deveremos assistir ao desenrolar dessa jornada nos cinemas, já que após o insucesso de "Fallen", os outros livros de Lauren Kate não deverão chegar aos cinemas, pelo menos não nestes moldes.

Classificação - 0 Estrelas em 5

Sem comentários:

Enviar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas