Mais Recentes

Post Top Ad

Your Ad Spot

quarta-feira, agosto 01, 2018

Apresentação das Curtas a Concurso ao Prémio MOTELx 2018

O Portal Cinema tem o prazer de apresentar as Curtas que, este ano, integram o Prémio MOTELX - Melhor Curta de Terror Portuguesa, no qual competem os melhores filmes de terror dos últimos dois anos. Todo os anos, este Prémio impulsiona dezenas de participantes a produzirem curtas-metragens de terror propositadamente para estrearem no Festival e iniciarem em Lisboa o seu circuito de festivais e este ano, mais uma vez, o número de inscrições recebidas demonstra a grande motivação e dinamismo da produção portuguesa. Foram seleccionadas 12 curtas para a competição de 2018 e a variedade temática continua a ser um dos destaques: uma antologia de terror, revenge film, fantasia, animação, ou até uma história de fantasmas passada nos anos 40, entre outros géneros. “Tivemos uma subida importante em relação ao número de participantes do ano anterior, o que demonstra grande motivação e dinamismo na produção portuguesa”, explica Pedrou Souto, diretor do MOTELX.
O vencedor do Prémio, além de receber o maior prémio monetário para curtas-metragens em Portugal, de 5000 €, ficará nomeado para a competição internacional Méliès d’Or, galardão atribuído anualmente pela Federação Europeia de Festivais de Cinema Fantástico às melhores curtas e longas-metragens europeias. Junta-se ainda ao Prémio mais 5000 € em serviços de pós-produção na Kino Sound Studio e um fim-de-semana de inspiração nos Hotéis Belver. O Portal Cinema, como em edições anteriores, apoia o MOTELx e este Prémio, estando a preparar uma grande iniciativa em coordenação com o certame! O MOTELX irá decorrer de 4 a 9 de Setembro, numa edição provocadora e fervilhante de surpresas (e segredos) por desvendar. As atividades de Warm-Up estão marcadas para os dias entre 30 de Agosto e 2 de Setembro. As curtas a concurso são: 

·  Agouro: Perto da casa onde vivem dois primos, o Inverno intenso gelou a superfície do rio. Envolta pelo vento gelado que se faz sentir nesse dia, a rudeza das relações entre os primos cresce, atingindo o limite;
·  A Boneca: Ela era uma criança, esse monstro que os adultos fabricam com as suas mágoas;
·  Calipso: Uma epidemia de origem fúngica abateu-se sobre Lisboa transformando as pessoas em zombies. Os cidadãos são fechados nas suas casas, obrigados a um período de quarentena. Esta epidemia veio apanhar Bruno e Sandra numa fase crítica do casal;
·  Cinzas: Num ambiente rural transmontano dos anos 40, uma jovem viúva vive numa profunda solidão e miséria. A sua rotina consiste numa sucessão de dias iguais, passados em casa ou no campo, a trabalhar. Tudo piora quando começa a ser atormentada por uma entidade misteriosa;
·  Coração Revelador: Um homem cuida de outro homem. Um é jovem o outro é velho. O jovem é louco, o velho é a vítima. Quando o mal vive dentro de ti o mundo inteiro não te deixa dormir;
·  Espelho Meu: Mariana é uma pintora que entra em colapso após uma relação mal resolvida. A sua espiral depressiva evolui para actos vingativos. Como se de uma pintura se tratasse, Mariana pinta com sangue a sua estória de sofrimento;
·  A Estranha Casa na Bruma: Um peregrino perdido encontra uma estranha casa à beira do abismo e o seu misterioso ocupante;
·  Freelancer: Jorge, um operador de câmara freelancer, encara diariamente uma série de clientes abusivos e pagamentos em atraso. Ao aceitar mais um trabalho de uma filmagem que aparenta ser uma simples cerimónia de casamento, esta acaba por se revelar um autêntico pesadelo;
·  Insanium: Dois irmãos encontram um cadáver enquanto passeiam na floresta. Esta descoberta desencadeia uma série de eventos que irá transformar as suas vidas para sempre;
·  Moscatro: O mundo visto através dos olhos de Ana Lara. Entre a doença, manipulação e amor, Ana Lara vive confrontando-se com a sua própria fuga;
·  O Quadro: Numa Lisboa dos anos 40 do século passado, um contabilista trabalha no seu escritório. Por de trás da secretária, um grande quadro com o retrato antigo de uma mulher parece perturbar o homem;
·  Yet Another Christmas Tale: Noite de Natal. Um homem deambula enigmaticamente pela cidade. Regressa a casa e apercebe-se que não está sozinho.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas