Mais Recentes

Post Top Ad

Your Ad Spot

domingo, maio 19, 2019

Todas as Curiosidades e Informações Essenciais Sobre a 3ª Edição do North Music Festival

A 3ª Edição do North Music Festival realiza-se entre os dias 24 e 25 de Maio no Centro de Congressos da Alfandega do Porto! Esta é a 2ª Edição a realizar-se no Porto, tendo a primeira edição do festival sido realizada na cidade de Guimarães. O ano passado bandas como Guano Apes, Prodigy, Gogol Bordello, Slow J ou Mão Morta abrilhantaram o cartaz e levaram a uma edição de sucesso. Se o cartaz de 2018 era bom, então o que dizer do da edição de 2019. Franz Ferdinand, Bastille, Bush, Emir Kusturica ou Expensive Soul são alguns dos pratos fortes deste certame que promete um grande espetáculo para todos os fãs de música, em especial para os apreciadores de rock e do indie.
Este não é apenas um lugar para espetáculos, oferecendo também zonas de restauração, street food, wine gardens e outras atividades organizadas especialmente para a ocasião. Os bilhetes ainda estão à venda, sendo que o passe para os dois dias custa 59 Euros, já o bilhete diário fica por 35 Euros. 


CALENDÁRIO DE CONCERTOS

24 Maio
25 Maio
Indoor Stage
02h30
DJ Kitten
01h50
Moullinex
01h30
Rich & Mendes 
23h30
Cave Story 
23h30
 Skills and the Bunny Crew
21h30
 Stone Dead
21h30
Murmur 

Main Stage
23h50
Bush
00h10
Franz Ferdinand
22h00
 Emir Kusturika
22h20
Bastille 
20h10
Expensive Soul
20h45
Capitão Fausto 

19h45
Glockenwise 


CURIOSIDADES


O Portal Cinema vai cobrir a par e passo o North Music Festival e, em antevisão deste certame, deixamos aqui algumas curiosidades relativamente às bandas que vão atuar neste festival, sendo que estas curiosidades promovem a ligação do Cinema com a Música. 



- Entre todo o cartaz do Noth Music Festival há um nome com uma enorme relação com o Cinema: Emir Kusturica. Este artista sérvio é um dos realizadores mais conceituados da Europa, tendo já conquistado mais de quarenta prémios internacionais pelos seus filmes. 

- Embora tenha sempre nutrido uma forte paixão pela música, o primeiro grande amor de Kusturica foi o Cinema. Em 1978 licenciou-se em Cinema pela Academy of Performing Arts (FAMU) de Praga (República Checa) e, após alguns projetos amadores como realizador, conseguiu lançar em 1981 a sua primeira longa-metragem “Lembras-te de Dolly Bell?”, cujo sucesso na Europa catapultou-o para uma carreira de sucesso. Hoje em dia, Kusturica é considerado um dos maiores realizadores vivos da sua geração e um dos grandes nomes de sempre do cinema sérvio. 

- Em 1985, Emir Kusturica conquistou a sua primeira Palma de Ouro do prestigiado Festival de Cannes com o filme “Otac na sluzbenom putu”, com o qual conquistou também o Prémio da Critica. Dez anos mais tarde, Kusturica voltou a conquistar a Palma de Ouro com o aclamado “Underground”.





- Kusturica é, na realidade, um dos artistas mais premiados em Cannes. Para além dos prémios mencionados previamente, conquistou também o Prémio de Melhor Realizador em 1989 por “Dom za vesanje” e um prémio especial por “Zivot je cudo” em 2004. Ao todo, 5 filmes de Kusturica concorreram à Palma de Ouro.

- Kusturica também brilhou em outros dois icónicos festivais de cinema: o Festival de Berlim e o Festival de Veneza. Em Berlim brilhou com “Arizona Dream” (1993), com o qual conquistou o Prémio Especial do Júri. Em Veneza passou 4 dos seus filmes, tendo conquistado vários prémios com eles, mas nunca conquistou o Leão de Ouro. A última vez que teve em Veneza foi em 2018 com o seu mais recente filme: “El Pepe, Una Vida Suprema”, um documentário sobre Pepe Mujica, antigo presidente do Uruguai.

- Pese embora o seu amplo reconhecimento na Europa e na América do Sul, Emir Kusturica nunca chegou aos Óscares nem gozou, ainda, de grande sucesso nos Estados Unidos da América. O seu drama “Words with Gods”, com Demián Bichir e Richa Chadha no elenco gozou de sucesso aquando da sua participação no prestigiado Festival de Chicago, tendo sido o seu filme que mais sucesso fez nos Estados Unidos.





- Ao todo são atribuídos 23 créditos de realizador a Emir Kusturica, quer na televisão que no cinema. A maior parte dos seus projetos são falados em sérvio e abordam problemas culturais e sociais da Sérvia, como a Guerra dos Balcãs ou a volatilidade dos conflitos étnicos e raciais na região da Sérvia. Kusturica também nutre uma forte paixão pela América do Sul, tendo já colaborado com vários artistas sul-americanos nos seus projetos, tendo também já escolhido temas sul-americanos para as suas obras. 




- Os Franz Ferdinand fizeram parte da banda sonora da versão live-action de “Alice in Wonderland”/”Alice No País das Maravilhas” com a sua versão da música “The Lobster Quadrille”.

- Várias músicas dos Franz Ferdinand fizeram parte das bandas sonoras de algumas séries de televisão populares. Um dos seus maiores sucessos, Take me Out, pode ser ouvida em episódios das séries “Entourage”, “The A Word” e “Being Human”, já outro sucesso da banda, This Fire, também pode ser ouvida em episódios das séries “Without a Trace”, “Grimm” e “Entourage”, aliás esta última série é, juntamente com a nova versão de “90210” a série que  mais músicas do Franz Ferdinand incluíram nos seus episódios.




- Para o drama romântico “Endless Love” (2014), com Gabriella Wilde, Alex Pettyfer e Bruce Greenwood no elenco, os Franz Ferdinand contribuíram com uma música para a sua banda sonora: a canção Righ Action, o primeiro single retirado de seu quarto álbum de estúdio intitulado Right Thoughts, Right Words, Right Action.






- Em 2018, os Bastille colaboraram com a Netflix e criaram uma canção em exclusivo para o filme “Bright”, com Will Smith, Joel Edgerton e Noomi Rapace no elenco. World Gone Mad foi a música principal da banda sonora do filme e o videoclip da referida canção conta com imagens das estrelas do filme. 





- Tal como os Franz Ferdinand, também as canções de Bastille podem ser ouvidas em vários episódios de populares séries norte-americanas, como “Reign”, “Made in Chelsea” ou “Vampire Diaries”. 




-  A carreira dos Bush começou em 1992 e são dos poucos sobreviventes da época aurea do grunge. Curiosamente foi na Década de 90 que os Bush mais canções tiveram em filmes, sendo de destacar a presença de alguns dos seus êxitos em “An American Werewolf In Paris”, “The Jackal”, “Fear” e “Tank Girl”. 

- Gavin Rossdale, o vocalista e guitarrista dos Bush, também tentou a sua sorte como ator. Rossdale participou em vários filmes de topo de Hollywood, como  “Zoolander”, “Little Black Book”, “The Game of Their Lives”, “Constantine”, “How to Rob a Bank”, entre outros. Os seus mais recentes papéis foram em 2018 em dois telefilmes. 





- Rossdale também colaborou ativamente nas bandas sonoras de vários filmes e séries, nomeadamente como compositor. As suas criações podem ser ouvidos em mais de vinte filmes e séries, como “The Call”, “Goal II: Living the Dream”, “xXx” e do recente “John Wick 3”

Sem comentários:

Enviar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas