Full width Top advertisement

As Nossas Críticas

Notícias

Post Page Advertisement [Top]

Crítica - Liberdade (2019)

Crítica - Liberdade (2019)
Crítica - Liberdade (2019)

Realizado por Kirill Mikhanovsky
Com Lauren 'Lolo' Spencer, Chris Galust, Maxim Stoyano

Assinada pelo cineasta russo-americano Kirill Mikhanovsky, “Liberdade” é uma comédia que esteve em destaque na época de festivais de cinema em 2019 e que chamou a atenção da imprensa devido ao seu estilo irreverente. Desde a sua estreia no Festival de Sundance que esta obra de Mikhanovsky que, aproveitou as suas próprias experiências pessoais, para montar esta dramédia diferente que tem conquistado elogios graças a forma divertida mas com fortes indicações morais que retrata a jornada de Vic. Trata-se de um jovem russo-americano que transporta pessoas com diversos tipos de deficiência na cidade de Milwaukee (EUA), levando e trazendo quem depende dele para se movimentar. Mas o seu trabalho, que parece ser simples, revela-se complexo já que tem de gerir tantas personalidades, contextos e incapacidades!
A trama desenrola-se em Milwaukee, uma metrópole ainda algo segregada e onde os mais fracos não gozam de tanta proteção. “Liberdade” consegue promover importantes noções de desigualdade e injustiça, não só por intermédio das peripécias das várias personagens que apresenta, muitas delas com algum tipo de deficiência, mas sobretudo pela forma como joga entre o drama e o humor durante a caótica jornada de Vic. Entre peripécias absurdas que roçam a negligência laboral e situações complexamente dramáticas e verdadeiramente poderosas, “Liberdade” não representa Vic como o salvador das pessoas que dependem dele, mas sim somo um amigo que as ajuda e que não as menospreza porque as trata como iguais! Vic também tem os seus problemas é retratado como uma pessoa normal, mas é graças às suas interações que “Liberdade” consegue explorar a complexidade e a plena humanidade dos diferentes personagens e, assim, representar uma verdade maior e absoluta sobre o preconceito. É claro que importante não só ressalvar o trabalho de Mikhanovsky, mas também o do forte elenco deste projeto que, sem dúvida, ajuda-o a passar a mensagem que pretende.

Classificação - 3,5 Estrelas em 5

Sem comentários:

Publicar um comentário

Bottom Ad [Post Page]