Ticker

6/recent/ticker-posts

Marjane Satrapi e Rosamund Pike Contam a História de Marie Curie em Radioativo

Marjane Satrapi e Rosamund Pike Contam a História de Marie Curie em Radioativo


Quem não conhece a história de Marie Curie? A famosa cientista vencedora de dois Prémio Nobel que mudou o mundo para sempre quando descobriu a radioatividade, descoberta esta que lhe custou a vida. A sua história será agora contada no cinema para novas gerações pela famosa realizadora Marjane Satrapi e pela atriz Rosamund Pike em "Radioativo", um drama que  estreia a 3 de setembro.

Em 1903 Marie e Pierre Curie vencera o Prémio Nobel em física pela descoberta da radioatividade, marcando a primeira vez que o prestigioso prémio foi atribuído a uma mulher. Após a súbita morte de Pierre, Marie Curie continuou o seu trabalho e venceu um segundo Prémio Nobel, desta vez em Química em 1911. Marie Curie é um ícone do mundo científico, uma pioneira não apenas como cientista, mas também como mulher trabalhando num mundo de homens, em que as mulheres ainda lutavam pelo direito ao voto.

Juntos, os Curies descobriram 2 novos elementos científicos, o rádio e o polónio, com fantásticas propriedades que teriam consequências tanto boas como más que nos continuam a impactar hoje – armas nucleares, radiação para tratamento médico e energia nuclear. A relação de trabalho e romântica que tiveram transformaram-nos em celebridades, mas após a morte de Pierre em 1906, a reputação de Marie levou um golpe após ter tido um envolvimento com um homem casado.

A realizado pela iraniana Marjane Satrapi, nomeada ao Óscar de Melhor Filme de Animação com ‘Persépolis’, em 2008, o filme é uma adaptação da novela gráfica de Lauren Redniss ‘Radioactive: A Tale of Love and Fallout’, publicada em 2010, e adaptada por Jack Thorne (argumento das séries ‘National Treasure’, ‘Mundos Paralelos’, ‘The Fades’ e do filme ‘Wonder – Encantador’).

De acordo com Satrapi “Este filme não é sobre um só assunto; é sobre amor e sobre a ética da ciência. Este é o único enredo que eu conheço no qual o romance, a descoberta e a morte combinam-se numa só história”. No filme, a realizadora trabalhou com os produtores Paul Webster (‘Expiação’, ‘Orgulho e Preconceito’ e ‘Anna Karenina’), Tim Bevan e Eric Fellner (‘Os Miseráveis’, ‘A Teoria de Tudo’ e ‘A Hora Mais Negra’). Rosamund Pike (atriz nomeada para um Óscar® pelo papel em ‘Em Parte Incerta’; ‘Uma Guerra Pessoal’ e ‘007 – Morre Noutro Dia’), é Marie Curie e imediatamente aceitou o convite de Marjane Satrapi: “Nós adoramos as mesmas coisas na personagem de Marie Curie: o facto de ela viver ‘sem pedir desculpa’, sem filtro, de forma sincera, audaz, não necessariamente encantadora e, ainda assim, fascinante por conter em si estes traços”. Pierre Curie é interpretado por Sam Riley (‘Control’ e ‘Maléfica’).


Sinopse - O filme dá-nos a conhecer o legado duradouro de Marie Curie (interpretada pela atriz nomeada para um Óscar® Rosamund Pike) – as suas relações apaixonadas, as descobertas científicas, e as consequências para ela e para o mundo.  Depois de conhecer o cientista Pierre Curie (Sam Riley), os dois casam-se e mudam a ciência para sempre com a descoberta da radioatividade.  A genialidade das descobertas dos Curie, que mudam o mundo, e o Prémio Nobel que se segue, levam o casal à ribalta internacional. Dos mesmos produtores de A HORA MAIS NEGRA e EXPIAÇÃO, a realizadora Marjane Satrapi (nomeada para um Óscar® com Persépolis) parte da novela gráfica de Lauren Redniss e apresenta um retrato visionário e ousado dos efeitos transformadores, das consequências do trabalho dos Curie e da forma como este moldou os momentos-chave do século XX.


Publicar um comentário

0 Comentários