Ticker

6/recent/ticker-posts

O Palmarés do FEST 2020


O FEST terminou e o Palmarés de 2020 foi anunciado. O Lince de Ouro de Melhor Filme foi para "Papicha", uma surpreendente obra que conquistou os aplausos do júri. "Erva Daninha", de Guilherme Daniel, conquistou o prémio de Melhor Curta Metragem Portuguesa.


MELHOR FILME

PAPICHA, Mounia Meddour 

Declaração Júri: 

Papicha é um olhar íntimo e intenso sobre a vida universitárias de espírito livre num país à beira da guerra civil. Ancorado por uma performance marcante de Lyna Khoudri, o filme compõe um bonito instantâneo de três gerações de mulheres argelinas, incluindo uma avó que, de alguma forma, gostaríamos que nos adoptasse. Para além disso, mostra como a moda pode ser política, afirmativa, artística e perigosa quando a forma como nos vestimos e nos comportamos se torna aquilo que nos define.


Menção Honrosa

PACIFICADO, Paxton Winters 

Declaração Júri: 

Pacificado é um drama policial não convencional que se concentra mais na família do que no crime. Embora não se intimide com o lado criminoso, ele captura tanto a paisagem interna quanto a externa das favelas; a beleza, a luta e a política subjacente a tudo isso.


MELHOR DOCUMENTARIO

LOVEMOBIL, Elke Margarete Lehenkrauss


MELHOR CURTA METRAGEM NA CATEGORIA FICÇÃO

MARSHMALLOWS, Duván Duque 


Menção Honrosa

ALL THE FIRES THE FIRE, Ethimis Kosemund


MELHOR CURTA METRAGEM NA CATEGORIA DOCUMENTÁRIO

BLACK LAGOON, Felipe Esparza


MELHOR CURTA METRAGEM NA CATEGORIA ANIMAÇÃO

ACID RAIN, Tomel Popakul

Declaração do júri:

A qualidade técnica da direção de arte e a sua ligação ao tema para a construção de uma narrativa forte, em harmonia com a sonoplastia, fizeram com que o filme se destacasse dos seus parceiros de secção. Acid Rain é um filme dinâmico, que usa com inteligência o desenho e a sua cadência, transmitindo-nos a vibração rave e a complexidade da vida dos personagens. 


MELHOR CURTA METRAGEM NA CATEGORIA EXPERIMENTAL

AT THE ENTRANCE OF THE NIGHT, Anton Bialas

Declaração do júri:

At the Entrance of the Night: Um filme sensível que não se fica pela reflexão sobre o problema da emigração do norte de África e a entrada para a Europa, mas que cria uma linha de história, simbólica e emotiva, que nos coloca no extremo em que as personagens vivem, sem recurso a nenhum tipo de imagem violenta, mas apenas pela humanização e poesia da composição cinematográfica, bem explorada no seu pendor mais experimental.


Menção Honrosa

MARY, MARY SO CONTRARY, Nelson Yeo

Declaração do júri:

Mary, Mary so contrary arrisca e busca transpor os limites do onírico na montagem e ligação de imagens de arquivo com animação. Pela sua originalidade, humor e procura de novas formas de construir uma narrativa cinematográfica, é-lhe atribuído uma menção honrosa.


Grande Prémio Nacional

MELHOR CURTA METRAGEM PORTUGUESA

ERVA DANINHA, Guilherme Daniel

Declaração júri:

Erva Daninha é um filme consistente, bem construído e apelativo, que se destaca pelo inesperado da narrativa e pela imagética subtil de terror.


Menção honrosa

QUANDO A LUZ SE APAGA, Tânia Prates

Declaração do júri:

Este pequeno filme, seduz pela simplicidade e objectividade com que nos apresenta algum do acervo fotográfico do Museu de Coruche, revelando, em pouco tempo, perícia em sublinhar o seu valor e a força que uma única imagem pode conter.


Prémio NEXXT

MELHOR FILME DE ESCOLA

GRAVEDAD, Matisse Gonzalez


Menção honrosa

BOOK OF HOURS, Suzan Noesen


FESTinha

MELHOR FILMESUB10

OEIL POR OEIL, Thomas Boileau, Alan Guimont,Robin Courtoise, Mathieu Lecroq, Malcolm Hunt, François Briantais


MELHOR FILME SUB12

A LANTERN IN THE NIGHT, Fantine Chareyre, Victorien De Cozar, Clara Gacoin, Laura Javel, Emma Malric, Déborah Morali, Maxime Ponsart


MELHOR FILME SUB16

WHALES DON'T SWIN, Matthieu Ruyssen 

Publicar um comentário

0 Comentários