Ticker

6/recent/ticker-posts

Academia Portuguesa de Cinema Distingue Três Jovens Talentos Com Prémio NICO

A Herdade e Variações Dividem Conquistas Nos Prémios Sophia 2020

A Academia Portuguesa de Cinema distinguiu, pelo quinto ano consecutivo, três jovens talentos do cinema nacional com os Prémios NICO. São eles Laura Dutra, atriz protagonista do filme “A Impossibilidade de Estar Só” e das séries “O Atentado” e “A Crónica dos Malandros”, Michael Spencer, que se distinguiu no filme “O Fim do Mundo” – e está também nomeado para Melhor Ator nos Prémios Sophia 2021 - e ainda o realizador Bernardo Lopes, pelo conjunto das suas obras, onde se inclui a curta-metragem “Moço”, nomeada aos Sophia 2021. 

Segundo o Presidente da Academia, Paulo Trancoso, “Os vencedores desta edição são jovens promessas que mostraram o seu talento em tempos difíceis e nos fazem acreditar no futuro do nosso cinema. A edição deste ano é ainda mais especial, uma vez que coincide com o 10º aniversário da Academia Portuguesa de Cinema, um marco no caminho que queremos continuar a percorrer em prol do reconhecimento do cinema português.”

Este ano, os troféus serão atribuídos aos vencedores na cerimónia de entrega dos Prémios Sophia 2021, que terá lugar a 19 de setembro, no Casino Estoril. Cada um dos três jovens receberá ainda um prémio monetário de mil euros, para o qual conta com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. Recorde-se que em 2020 foram distinguidos com os Prémios NICO a atriz Maria Abreu, o ator João Nunes Monteiro e o realizador Gonçalo Almeida.

Enviar um comentário

0 Comentários