Pérolas Indie - Starred Up (2014)

Realizado por David Mackenzie 
Com Jack O'Connell, Ben Mendelsohn, Rupert Friend 
Género - Drama 

Sinopse - Eric Love, um adolescente violento com dezanove anos, está prestes a fazer a difícil transição de uma prisão para menores para uma prisão convencional. Para o ajudar neste percurso contará com a ajuda de um terapeuta que está determinado a ajudar Eric a encontrar o seu caminho, mas também terá a preciosa assistência de um dos mais antigos presos que, por acaso, é também o seu pai.

Crítica - Infelizmente, "Starred Up" irá passar ao lado da maior parte dos espectadores. É uma pena porque este é definitivamente um dos melhores filmes de 2014. Realizado por David Mackenzie, que em 2012 trouxe-nos o curioso thriller romântico "Perfect Senses", "Starred Up" é para mim o melhor drama prisional desde o clássico "The Shawshank Redemption" (1994), o que já diz praticamente tudo sobre esta valorosa produção britânica que merecia claramente mais atenção por parte da imprensa especializada e do próprio público que, muito provavelmente, nunca verá esta pequena obra prima que retrata com uma crueldade humana e dramática impressionante o complicado quotidiano de um jovem violento numa prisão para adultos, onde por obra do destino cruza-se com o seu pai, um preso veterano que está muito perto do topo da hierarquia prisional.
A forma forte e dinâmica como o filme desenvolve este difícil reencontro é de uma enorme destreza emocional e familiar, mas sem nunca entrar em campos dramáticos ou toscos, já que esta complicada relação é sempre abordada com a devida crueldade e violência digna de duas personagens brutais e nada sentimentais que fazem de tudo para sobreviver. Neste sentido há que dar muito mérito à construção de Eric Love, uma personagem muito completa e capaz que exemplifica o protótipo da impulsividade e da agressividade da juventude numa figura forte e dura que mais se assemelha a um pequeno pitbull com raiva, mas é mesmo assim que esta personagem é nos apresentada e outra coisa não seria de esperar de um jovem que foi atirado para o meio dos lobos e que só pode contar com a sua própria impulsividade e agressividade para sobreviver e mostrar a sua força aos patrões da prisão. É porque para além da complicada dinâmica familiar que se estabelece entre este jovem problemático e o seu pai, "Starred Up" também retrata na perfeição a agressividade e falta de compaixão que domina o quotidiano no mundo prisional, mostrando com todo o esplendor a sua crueldade humana, onde não há lugar a fraquezas e onde o respeito tem que ser conquistado. Esta imersão num mundo completamente diferente e louco é abordada com uma pessoalidade notável, não só graças à intimidade própria do guião, mas também graças a uma série de opções técnicas por parte de Mackenzie que só valorizam o lado realista e arrebatador desta obra, cujo carácter depende também muito do talento e naturalidade do seu elenco.
O jovem Jack O'Connell tem uma performance fenomenal no papel de Eric Love e prova, mais uma vez, que é um sério candidato a tornar-se num dos grandes nomes de Hollywood nos próximos tempos, sendo para já um dos atores mais talentosos e carismáticos da sua geração. A apoiar O'Connell estão outros atores de calibre, como o experiente Ben Mendelsohn, que interpreta o pai de Eric Love, e que também nos entrega uma performance magnífica, aliás não há nenhuma interpretação fraca junto dos vários atores masculinos que têm um papel de destaque nesta produção que é, simplesmente, uma pequena maravilha independente.

Classificação - 4,5 Estrelas em 5

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial