Ticker

6/recent/ticker-posts

Crítica - REC (2007)

Realizado por: Jaume Balagueró e Paco Plaza
Com Manuela Velasco e Pep Sais

Estava bastante curioso e ansioso para ir ver o vencedor do Fantasporto 2008. O Fantasporto é um festival de cinema fantástico, onde se pode ver de tudo – filmes excelentes, filmes medianos e filmes que só são aceitáveis num festival desta natureza. Assim sendo, ao ver um filme no Fantas, corremos sempre o risco de ir ver um grandessíssimo flop. Porém, regra geral, o grande vencedor do festival é sempre um bom filme. E neste caso não estamos a falar apenas de um bom filme; ao falar de “REC” estamos a falar no melhor filme de terror desde “The Exorcist”. E acreditem que isto é dizer muito. Devemos então dar graças ao Fantas, pois se não fosse esse festival a premiar este filme, muito provavelmente “REC” nunca teria chegado às salas de cinema nacionais e o público amante de cinema (e particularmente o público amante do cinema de terror) perderia o melhor filme de terror dos últimos 30 anos.


O filme começa de uma forma muito calma, com um tom monótono e sem grande interesse (obviamente que isto é propositado para que se sinta a diferença com o que virá a seguir); no início da película acompanhamos a jornalista Ângela (Manuela Velasco) numa visita guiada a um departamento dos Bombeiros de Barcelona. Ángela é uma jornalista de um programa nocturno com poucas audiências que tem como missão fazer uma reportagem sobre a vida diária dos Bombeiros. Assim, numa das entrevistas a um dos Bombeiros, ficamos a saber que 70% das chamadas que fazem aos Bombeiros não têm nada a ver com fogos, sendo que eles têm que se deparar com as mais variadas problemáticas. Nesse momento Ángela diz que gostava então que naquela noite acontecesse “algo de diferente” para benefício da sua reportagem. Tanto ela como o Bombeiro se começam a rir, ignorando que a prece de Ángela seria atendida da forma mais macabra e horrível possível. O pedido de socorro chega, os Bombeiros e a equipa de reportagem correm para um prédio antigo onde aparentemente uma senhora idosa está a causar distúrbios e de um momento para o outro, todos se vêem numa situação complicada: um polícia e um bombeiro são selvaticamente atacados pela velhota e quando tentam sair do prédio para procurar ajuda médica, vêem que não podem sair pois a polícia fechou todas as saídas do prédio sob o pretexto de um eventual risco de epidemia de uma doença… Começa assim uma viagem infernal para as personagens do filme e para os espectadores confortavelmente sentados nas salas de cinema.
As minhas expectativas para este filme eram grandes. Mas confesso que não estava à espera que o filme fosse tão bom. “REC” está filmado como se estivéssemos mesmo a ver uma reportagem televisiva em directo. Assim sendo, a câmara leva encontrões, sofre problemas com o som e está sempre em movimento. Para alguns espectadores mais cínicos (para aqueles que detestaram “The Blair Witch Project” ou “Cloverfield”) esta estrutura que o filme apresenta pode tornar-se algo confusa e as pessoas podem sentir-se algo desorientadas nalguns trechos do filme em que não sabemos exactamente o que se está a passar à nossa volta. Porém, é exactamente esta estrutura de “reportagem televisiva” que confere um realismo assombroso à película e nos faz sentir como se estivéssemos também encurralados naquele prédio maldito. A realização e as interpretações (absolutamente credíveis) dos actores fazem-nos sentir como se aquilo estivesse de facto a acontecer e estejamos a ver algo na televisão que não era suposto vermos. O terror é imenso, os sustos são recorrentes e a realização raramente nos deixa antever o que vai acontecer a seguir. Assim sendo, “REC” eleva a tensão a níveis quase insuportáveis.


Desde “The Exorcist” que não via um filme que captasse tão bem a essência do terror; a essência do que o filme de terror verdadeiramente é. Já devem ter percebido (por esta e outras críticas) que este género cinematográfico é o que eu mais aprecio. E por isso custa-me ver a decadência em que este género se encontra na actualidade. Felizmente, de vez em quando (de 30 em 30 anos) surge um verdadeiro filme de terror que me faça sentir como uma criança assustada na escuridão do cinema. “REC” provoca em nós a mesma sensação arrepiante com que saímos de um comboio fantasma quando éramos crianças. O filme assusta mesmo, utilizando todas as técnicas ideais num filme de terror: temos o suspense de não saber o que vem a seguir, temos a escuridão total e os jogos de luz e som (o som é simplesmente arrepiante neste filme), temos os ângulos de câmara perfeitamente executados, enfim, temos tudo. “REC” é um filme de terror perfeito! O que eu não dava por ver “Resident Evil” adaptado desta forma ao cinema. “REC” é a prova absoluta de que o cinema espanhol está em crescimento e seria bom que os realizadores e produtores americanos estudassem bem estes filmes antes de se aventurarem na produção de mais um filme de terror americano medíocre.
Há muito tempo que não via um filme de terror assim. Há muito tempo que não me sentia tão tentado a fechar os olhos numa sala de cinema. Há muito tempo que não via uma sala inteira a saltar da cadeira e a queixar-se do terror quase insuportável do filme. Há muito tempo que não via uma reacção tão positiva e genuína do público no final de um filme de terror (houve quem batesse palmas e toda a gente parecia aliviada por ter escapado viva a tamanha viagem ao Inferno). Dito tudo isto, que mais há a dizer? Nada, a não ser afirmar a pés juntos que “REC” é um dos melhores filmes do ano e um dos melhores filmes de terror de todos os tempos!

Classificação - 5 Estrelas Em 5

Publicar um comentário

20 Comentários

  1. Gostei bastante. Um filme que na minha opinião está bem conseguido que consegue em algumas cenas incutir o medo e a apreensão a quem o vê. Pode por vezes ser um bocado previsivel mas tb qual o filme de terror hoje em dia que não o é?
    Em suma, uma boa obra dos nossos vizinhos que nos fazem ver como se faz um filme com qualidade que possa ter sucesso nas bilheteiras. Lá não há corrupções nem crimes do Padre Amaro.

    ResponderEliminar
  2. Vou ve-lo hoje... depois digo-vos o que achei... Motivei me ao ver a critica do Rui... apesar do Sr Joao Lopes ter dado so uma estrelinha...

    ResponderEliminar
  3. Excelente o filme.
    Tive o prazer de o ver no Fantas.
    5*

    ResponderEliminar
  4. Bem, grande trabalho Rui. Bela publicidade :) Ainda não vi, mas estou ansioso. Esta semana, sem falta. Li qualquer coisa sobre o filme e lá por fora não parece ter tido grande furor, mas a verdade é que o fantas tem-se assumido como um espaço de grande valor crítico. A ver

    ResponderEliminar
  5. vejam a tamanha não originalidade dos americanos... no remake de REC

    http://www.youtube.com/watch?v=D4inLY7YmNI

    ResponderEliminar
  6. o realizador do filme avisou de imediato no fantasporto que estava envolvido no remake do mesmo.

    ResponderEliminar
  7. Só podem estar a brincar!!! Rec é um filme medíocre sem originalidade nenhuma no seu argumento. Estou até agora sme perceber qual foi a ideia de atribuir o primeiro prémio de um festival a este filme, considerar este filme na categoria de terror é de facto uma comédia quase tão grande como o filme em si.

    ResponderEliminar
  8. Sou obrigado a concordar completamente com sua resenha; Rec é, pra mim, um filme que será cult no futuro, e realmente, uma das melhores produções de horror da década. Também sentí muuuuito medo mesmo, há muito tempo eu não ficava tenso na frente da tela... foi ótimo. Espero que não façam cagada no remake americano.

    ResponderEliminar
  9. Muito bom filme.
    Fraca narrativa e os personagens parecem saídos directamente do papel, a duas dimensões, porque não apresentam profundidade alguma. Contudo as prestações de praticamente todos os protagonistas são convincentes.
    Gosto de me sentir transportado para dentro da tele nos filmes e o trabalho de câmara, pode não agradar a toda a gente, mas penso que serve para nos ajudar nesse transporte.
    Penso que este tipo foi introduzido pelo Projecto de Blair Witch, contudo não houve seguimento por parte da sociedade cinéfila deste estilo de filmes. REC traz á ribalta um género que tinha caído no esquecimento devido a muito fracas produções e simplesmente pela inércia demonstrada pelas pessoas que vão ao cinema e preferem ver "filmes pipoca" com grandes explosões, grandes actores, finais felizes.
    Gostei muito de ver o REC, não vi no cinema, vi em casa com amigos e ficamos literalmente com os nervos á flor da pele, impressionante a sensação claustrofóbica com que somos presenteados. É intenso quando o espectador não sabe realmente o que se está a passar, é um factor que agrava ainda mais a tensão já existente. A vulnerabilidade das simples pessoas presentes no edifício e da suposta personagem principal é elemento que nos aprisiona ao ecrãn.

    Já agora aproveito para criticar abertamente Quarentine "shame on you"

    4,5 estrelas em 5 (por se tratar de uma produção relativamente barata e por reavivar este género menosprezado por Hollywood)

    ResponderEliminar
  10. Só podem estar a brincar!!! Rec é um filme medíocre sem originalidade nenhuma no seu argumento. Estou até agora sme perceber qual foi a ideia de atribuir o primeiro prémio de um festival a este filme, considerar este filme na categoria de terror é de facto uma comédia quase tão grande como o filme em si. [2]

    Concordo em genero numero e grau.

    O filme é mediocre e não chega aos pés do Exorcista. Fraco, não despertou nenhuma repulsa, medo ou nojo. O único mérito que possui é ser realista no que se propõe com relação à narrativa. A interpretação dos personagens e suas reações realmente pareciam reais. Mas a história e como filme de terror, é imbecil.

    ResponderEliminar
  11. este filme é tipo o ''the eye''(com espiritos e fantasmas e nao sei quê) ou tipo o ''quarentena''?

    ResponderEliminar
  12. Só podem estar a brincar!!! Rec é um filme medíocre sem originalidade nenhuma no seu argumento. Estou até agora sme perceber qual foi a ideia de atribuir o primeiro prémio de um festival a este filme, considerar este filme na categoria de terror é de facto uma comédia quase tão grande como o filme em si. [3]

    uM DOS PIORES Q JÁ ASSISTI, o filme deve ter seu gênero mudado p/ comédia, é completamente idiota e n me conveceu de nada, AS PERSONAGENS N PARAVAM DE FALAR O TEMPO TODO, filme de terror tem q ter períodos longos de silêncio, senão n vai haver suspense.História de zumbis mais q manjada, totalmente previsível.A câmera n para de tremer, me deixou até tonto...é filme p/ iniciantes em filme de terror.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. vc fala como se soubesse de alguma coisa, 1º vc achar que a historia de rec é manjada é a ´prova que vc nao conhece nada de filmes de terror, pois o roteiro foi muito inteligente em nos deixar na mesma situação dos personagens, ou seja sem saber de nada que esta acontecendo, 2º o fato das personagens falarem muito colabora ainda mais para o desconforto e realidade que o filme que passar, ou vc acha que qualquer pessoa normal nao ia ficar agoniado diante de tal situação, 3º tudo bem que periodos longos de silencio contribui para a tensão, mas hoje em dia essa tecnica está mais que fajuta pois nos ja sabemos todo o esquema, vem o silencio e em seguida um aumento repentino da trilha sonora para tentar nos assustar, 4º rec tem uma das melhores historias de zumbis do cinema, so é vc ter um pingo de conhecimento ou experiencia no genero para notar, vou explicar porque, rec nos deixa a merce de qualquer infomação sobre o que gerou o virus, e o filme foi bem feliz nisso, pois nos ficamos tentando descobrir a todo custo o que está acontecendo, emquanto nos outros filmes de zumbi não estamos nem ai, 5º vc nao gosta do estilo de filmagem do filme, por isso o seu despeso, e vc nao tem um mente abeta, e isso so rirma mais sua inesperiencia no genero, vc dize que rec é para iniciantes chega a ser risivel, garanto que vc nao conhece suspiria, inverno de sangue em veneza, enigma do mal. os inocentes, desafio do alem e etc, vc parece ser do tipo que assiste a mulher de preto e o olho do mal, e 6º caso vc nao saiba rec ainda tem de quebra criticas ao equilibrio psicológico das pessoas, como descriminação por achar que os chineses transmitiram a doença, a desunião em situações extremas, o governo que deixa as pessoas presas como animais e ate o policial querer mandar em todo mundo po possuir uma ama
      ;)
      ;)
      ;)

      Eliminar
  13. Cada um vê o que vê e cada opinião deve ser tomada como tal.
    Para mim é sem dúvida um dos piores filmes de terror que já vi. Comparo este a um filme que vi que se não me engano tem como título "Deixa-me entrar"...
    No videoclub onde vou buscar filmes tem lá filmes antigos e com bem mais conteúdo/narrativa que isto...
    E comparar este com Projecto de Blair Witch só mesmo no estilo de cãmara, Projecto bate por kilómetros este filme.

    Boa noite para todos

    ResponderEliminar
  14. Filme otimo, quem não gosta do filme é por que ta mal acostumado com aquelas produçoes hollywoodianas imbecis, onde tem sempre no final o mocinho e a mocinha se salvam e a loira burra que morre.
    REC é um filme tenso, apavorante... PERFEITO...
    sempre vai ter um pentelho reclamando de barriga cheia "aiii eu não gostei desse filme".

    É UM FILMAÇO, GANHOU O PREMIO MERECIDAMENTE,E AGORA REC FAZ PARTE DA HISTORIA DO CINEMA DE TERROR COMO UM DOS FILMES MAIS ASSUSTADORES.

    ResponderEliminar
  15. Não entendo mesmo como este filme ganhou alguma coisa! Terror? Sinceramente, aquela primeira parte fez-me rir... A maioria das pessoas que conheço e viram o filme, adoraram. Pessoalmente, não. A história não era nada demais. Já vi filmes de terror bem melhores, com histórias semelhantes.
    Gostei da realização.

    ResponderEliminar
  16. Tenho que concordar com os comentários negativos. Ate que gostei do filme e sua proposta, porém a camera tremendo não foi realista, foi confuso e foi enjoativo. Povo não parava de gritar, de uma certa forma pode ser realista mas não funciona em cinema/teatro, necessitava mesmo mais tensão com silencio.

    O inicio dele foi muito chato e longo -_-
    Foi bem interessante o final, gostei das atuações pareciam bem apavorados,mas faltou um pouco de profundidade dos personagens, trazer eles de forma a identificarmos.

    ResponderEliminar
  17. Na minha Opinião em grandes momentos o filme parece ser legal noção por nos dar medo e sim causar tensão pois a essência do filme na minha opinião mostra que esse diretores são muito limitados pois o que mostra é que desde o inicio a pessoa foi infectada por um vírus com certeza de um animal mas a estupidez e o pensamento medíocre de cada diretor desde a antiga por querer dizer que é algo demoníaco cara quanto um filme tem essa proposta desista de assistir pois a moral de um filme de terror se baseia na simplicidade e deixar a gente com medo e não em fazer algo que todo mundo tenta ou simpatiza desde os anos setenta que representa que de dede aquela época o pessoal não tinha boas ideias poxa se enrolassem até o quarto filme e depois mostrasse qual o causador desse vírus já estava bom agora dizer que isso é uma força do mal deixa pra lá apesar que só o nome do filme ae desanima possuídos,possuídos pelo que? se é um vírus raivoso olha tudo bem que filme de zumbis sempre é a mesma coisa mas ainda alguns é assistível agora filme de possessão pra mim nunca vai ser um filme de terror

    ResponderEliminar
  18. Concordo plenamente, este é um dos melhores filmes de terror das últimas décadas. 5*

    ResponderEliminar
  19. Rec 2007 e uma obra-prima máxima de um terror inovador e revolucionário, nos fazendo ter uma tensão constante,chegando a ser insuportável devido ao seu estilo de matalinguagem própria e criativamente significativa, tecnicamente fantástico em vários pontos e aspectos inusitados, clima, mortes, sua essência e extraordinária e importante.....

    ResponderEliminar