Ticker

6/recent/ticker-posts

Sugestões Cinematográficas Para o Domingo de Páscoa



Ao longo dos anos, a religião cristã tem sido alvo de inúmeros filmes que tanto a denigrem como enaltecem. Esta ambiguidade no tratamento da imagem e da história da religião mais praticada do mundo, fornece-nos um amplo rol de obras cinematográficas que apostam em diversas visões que, nesta época do ano, assumem um significado especial. Aqui ficam alguns exemplos de filmes completamente distintos que abordam este complexo e controverso tema.


Ben-Hur (1959)


Um verdadeiro épico de Hollywood que conquistou plateias e diversos prémios de elevada importância. Imortalizou o falecido Charlton Heston como um dos actores mais conceituados de Hollywood e conquistou um lugar de destaque nas programações televisivas desta época pascoal. Não se centra em Jesus Cristo mas foca com algum pormenor, os tempos primordiais da religião cristã.


The Greatest Story Ever Told (1965)


É muito provavelmente, a biografia cinematográfica de Jesus Cristo mais próxima dos escritos presentes no Novo Testamento da Bíblia. Esta superprodução cristã, narra com bastante profundidade, a vida completa de Jesus Cristo desde o seu nascimento até à sua alegada ressurreição.


Jesus Christ Superstar (1973)


Apesar de ter sido um verdadeiro fracasso nas bilheteiras internacionais, este musical bíblico sobre os últimos dias da vida de Jesus Cristo foi um sucesso no Teatro, tendo registado inúmeros recordes de assistência em vários palcos mundiais. Através de músicas e coreografias bastante interessantes e apelativas, a versão cinematográfica consegue fornecer um olhar diferente sobre os acontecimentos que ditaram a morte de Jesus Cristo.


The Last Temptation of Christ (1988)


Martin Scorsese apresentou no final da década de 80, um dos seus filmes mais polémicos até hoje. Ao apostar numa versão algo tensa e controversa dos últimos dias de Jesus Cristo na Terra, Scorsese irritou o Vaticano e os Cristãos que boicotaram esta obra que apesar de todas as polémicas, valeu ao cineasta uma nomeação para o Óscar de Melhor Realizador.


Dogma (1999)


Uma brilhante e divertida comédia que aposta numa provocadora reflexão sobre a região. Um filme ideal para descontrair e aprofundar as ambiguidades da religião cristã. O elenco de luxo que protagoniza esta original história, serve como incentivo ao seu visionamento.


Esta obra dirigida por Mel Gibson, apresenta um olhar bastante violento sobre a crucificação de Jesus Cristo que provocou uma enorme contestação junto do público judaico que acusa este filme de ser anti-semítico por retratar os judeus como pessoas sádicas e mal intencionadas.


Foi até à muito pouco tempo, o filme mais atacado pelo Vaticano por distorcer a história clássica da Bíblia. Ao atacar as origens da religião e as atitudes dos seus seguidores no passado, “The Da Vinci Code” conseguiu lançar a dúvida junto do público não-cristão, sobre os pilares fundamentais da religião mais “famosa” do mundo.


Son of God (2014)


Por muito que possa apelar aos cristãos, "Son of God" não é um bom projeto bíblico, porque nunca vai a fundo de nenhuma questão, nem parece ter o seu foco bem definido e contextualizado para a versão bíblica e humana de uma história com dois mil anos, no fundo, não passa de uma versão fast food desta mítica história religiosa. O mesmo já não se passa com a sua versão televisiva original, a minissérie "The Bible", que se destaca como um projeto mais longo, mas muito superior a este filme, que apenas dirá algo de positivo a quem seja profundamente devoto, ou quem não tenha visto a versão televisiva, que é de longe muito mais correta e interessante. 

Publicar um comentário

2 Comentários

  1. Boas sugestões sem dúvida. Ontem a RTP2 esteve bem ao transmitir o Ben Hur. É realmente um filme imponente.

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Afinal,qual é o filme mais atacado actualmente pelo Vaticano?

    ResponderEliminar