Ticker

6/recent/ticker-posts

Crítica - The Lazarus Effect (2014)

Realizado por David Gelb 
Com Mark Duplass, Olivia Wilde, Evan Peters 

Reza a Bíblia que um dos grandes milagres protagonizados por Jesus Cristo deu-se quando conseguiu ressuscitar um homem chamado Lázaros. É a esta história religiosa que "The Lazarus Effect" vai buscar o seu nome, embora na base da sua premissa não esteja nenhuma mensagem cristã ou espiritual, mas sim uma ideia com potencial que promove a base de um filme de zombies mas com a peculiaridade de não ser protagonizado por nenhum zombie propriamente dito. O potencial até pode estar lá, mas "The Lazarus Effect" não cumpre as expectativas ou promessas e acaba por entregar um filme de terror sem pica e insipido que não faz qualquer justiça ao seu esperado potencial. 


No filme seguimos um grupo de investigadores que descobrem uma forma de devolver vida aos mortos através de um soro especial. Quando Zoe, uma das investigadoras, sofre um trágico acidente, o seu marido Frank, também ele um investigador, dá-lhe o soro e ressuscita-a, mas tal ação trará drásticas consequências quando Zoe começa a ter comportamentos estranhos. Esta premissa tinha tudo para, pelo menos, originar um filme de terror razoável com uma certa dose de criatividade pelo meio, mas o resultado final é tudo menos criativo e curioso. A sua maior falha é a ausência latente de terror ou tensão. É estranha esta ausência porque, pelas vias da temática sobrenatural ou científica, "The Lazarus Effect" poderia puxar facilmente pelo suspense ou pelo terror, mas toda a intriga desenvolve-se sob a égide de um espirito de elevada previsibilidade e nenhuma surpresa que danifica, como é óbvio, todo o potencial e objetivo deste projeto que, apenas e só pela leitura da sua premissa, parece prometer muito mais do que aquilo que acaba por entregar. É pena que assim seja, quer pelo potencial que teria para prender o público, quer pela presença de um elenco competente, mas o que é certo é que "The Lazarus Effect" fica muito aquém do esperado porque, entre elementos clichés e soluções sem nenhuma criatividade, pode apenas ser classificado, no máximo, como um filme de terror bastante mediano. 

 Classificação - 1,5 Estrelas em 5

Enviar um comentário

2 Comentários

  1. "O Efeito Lazarus" é daqueles filmes de terror que quase não existe terror, o suspense também é quase inexistente.
    "The Lazarus Effect" (título original) ofereceu um twist interessante e que me surpreendeu, mas isso não salvou o filme de ser apenas razoável.
    2*
    Cumprimentos cinéfilos.
    Frederico Daniel.

    ResponderEliminar
  2. Não é preciso existir terror e MT menos suspense...tá um filme bom não mau não razoável não qb não MT bom mas está um filme bom depende daquilo que estavas a espera existem filmes sádicos e de pleno terror extremo que não me aquecem nem arrefecem,não tem de ser arrojado ou simples cada um vê aquilo que quer ver num molho de couves diz o ditado,eu não vi o segundo ,reza a história que Jesus trouxe a vida Lázaro, o problema é que sem tocar no filme, até pq não fala nesse assunto dessa forma,Lázaro é seu discípulo e não apóstolo e discípulos Jesus teve aos montes daí ele Tb ser São Lázaro,sendo ele discípulo de Jesus que por ter sido morto pela lança de um soldado e ressuscitado isto e pura história este preâmbulo ,Lázaro seguiu os seus passos e ensinamentos e trouxe ah vida todos ,não é a toa que existe um hospital de São Lázaro não se pratica a volta ah vida não claro,mas existe uma capela para rezar lá dentro para as pessoas, sejam elas novas ou velhas, n morrerem, e isso também eh um exemplo de fé crença e ensinamento para de certa forma trazer "a vida" as pessoas que partiram,agora se queres um filme sem conteúdo e fútil e superficial contenta te com a "casa assombrada" porque um bom fã tem no seu repertório o the conjuring is dois ,o Insidious James wan o Annabelle o Constantine e isto são alguns .e nunca esquecendo que Tb os filmes simples são como as coisas; mais simples que nao são "coisas" .. ; mas sentimentos e momentos bons e até mm especiais

    ResponderEliminar