Ticker

6/recent/ticker-posts

Após o Fracasso de The Girl in the Spider's Web, Qual é o Futuro da Saga Millenium em Hollywood?

Após o Fracasso de The Girl in the Spider's Web, Qual o Futuro da Saga Millenium em Hollywood?
Realizado por Fede Alvarez, "The Girl in the Spider's Web" foi um fracasso mundial. Trata-se da adaptação do quarto livro da saga "Millenium" que foi o primeiro a não ser escrito por Stieg Larsson (Faleceu em 2004). Esta foi apenas a segunda adaptação de Hollywood dos best-sellers suecos da saga "Millenium", servindo assim de sequela direta da adaptação americana de "The Girl With the Dragon Tattoo" que foi realizada por David Fincher. É claro que no Universo Millenium,  "The Girl in the Spider's Web" não é a sequela direta de "The Girl With the Dragon Tattoo", existindo pelo meio duas obras que se focam quase em exclusivo em Lisbeth Salander e ajudam a contextualizar a sua personalidade, o seu passado e o seu comportamento auto destrutivo. 
Devido ao foco mais intimista em Salander, Hollywood optou por ignorar tais obras para focar-se diretamente no quarto livro que, tal como "The Girl With the Dragon Tattoo", centra-se num grande mistério isolado. A Sony acreditava que, ao apostar num projeto estilo blockbuster com uma forte trama de espionagem e protagonizada pelas fortes personagens do filme de Fincher, poderia conseguir cativar o espectador e até promover um reboot da saga que permitira continua a aposta na mesma. Tendo em conta os medianos resultados da obra realizada por Fincher, a opção da Sony até surgiu como a mais lógica porque dificilmente Hollywood conseguiria transformar os dois livros intermédios em obras capazes de prender o grande público, até porque as duas versões suecas destes romances também não conseguiram alcançar o mesmo sucesso que o primeiro filme....
Embora repleta de lógica, a opção da Sony acabou por fracassar e "The Girl in the Spider's Web" falhou em toda a linha, quer a nível comercial, quer mesmo junto da imprensa. Para além da ausência de Fincher, esta segunda obra não contou também com a presença de Daniel Craig na pele de Mikael Blomkvist. Teve também um orçamento muito menor que o da primeira adaptação, algo que demonstrou já uma maior crença dos seus produtores no seu sucesso. Mas até se esperava que, devido à qualidade da trama e à nova presença Claire Foy no papel de Lisbeth Salander, "The Girl in the Spider's Web" poderia ser um sucesso....Mas o foco excessivo nos elementos de ação e uma trama vazia que não faz justiça à trama do livro (até porque ignora certos contextos narrativos imprescindíveis para compreender a protagonista) acabaram por prejudicar este projeto que, ao que tudo indica, parece ter morto de vez o futuro da saga "Millenium" em Hollywood.
Ao dia de hoje não há nenhum plano em Hollywood para adaptar ao cinema mais nenhum livro da saga sueca "Millenium". Tendo em conta o valor, a popularidade e o sucesso dos livros é pouco credível que Hollywood desista por completo desta saga, mas após o descalabro das duas adaptações americanas não é expectável que um novo filme surja nos próximos anos. E quando esse filme surgir é bem provável que este seja um remake de "The Girl With the Dragon Tattoo" ou até um projeto que aproveite as tramas de "The Girl Who Played with Fire" ou "The Girl Who Kicked the Hornets' Nest" para criar uma espécie de spin-off ou prequela da saga, já que estas duas obras centram-se numa trama familiar ligada a Salander mas, claro está, com o toque característico de ação e crime da saga.

Enviar um comentário

0 Comentários