Ticker

6/recent/ticker-posts

Crítica - Deadly Illusions (2021)

Crítica - Deadly Illusions (2021)

Realizado por Anna Elizabeth James

Com Kristin Davis, Dermot Mulroney


Não destacamos "Deadly Illusions" como uma das estreias cinematográficas relevantes de Março na Netflix e, hoje, temos que ficar satisfeitos com esta opção...Isto porque esta espécie de thriller erótico dificilmente representará um highlight cinematográfico para a grande maioria dos espectadores, já que nada neste projeto consegue ir além da mediocridade...

Acho que o podemos classificar como uma espécie de telefilme da Netflix, já que se enquadra muito no estilo de telefilme barato da Hallmark, mas também se pode equiparar a alguns projetos pouco mediáticos e de fraca qualidade que a Netflix tem no seu catálogo de exclusivos/originais...e acho que sabem o tipo de filmes a que me refiro. A sua protagonista é Kristin Davis que, curiosamente, protagonizou também recentemente "Holiday in the Wild" que é igualmente um exclusivo da Netflix e um dos filmes originais medianos já mencionados. Davis interpreta a escritora de best-sellers Mary Morrison (Kristin Davis) que, após sofrer durante alguns anos bloqueio criativo, é obrigada a regressar ao ativo para recuperar a sua fortuna. Para a ajudar a cuidar dos seus filhos, Mary decide contratar Grace (Greer Grammer), uma babysitter muito bonita mas inocente que desperta a sua atenção e Grace acaba mesmo por se tornar a sua musa inspiracional...e não só.

Como se pode ver, "Deadly Illusions" tem um enredo banal que nos remete para telefilmes medianos similares. Não há nenhuma surpresa, nenhuma reviravolta nem sequer uma qualidade técnica acima da média que justifique colocar esta obra noutro plano que não seja o da mediocridade. Não posso dizer que esperava mais, porque sinceramente não esperava....


Classificação - 1 Estrela em 5

Publicar um comentário

0 Comentários