Mais Recentes

Post Top Ad

Your Ad Spot

sexta-feira, abril 12, 2019

Crítica - After (2019)

Realizado por Jenny Gage
Com Jennifer Beals, Meadow Williams, Hero Fiennes-Tiffin

Há filmes generalistas que se adequam a qualquer público, mas há também outros produtos mais segmentados com um público alvo bem definido e identificado. É inegável que “After” enquadra-se neste segundo grupo, sendo claramente um filme direcionado para adolescentes femininos. Já o livro em que o filme se baseia e que faz parte de uma série literária que é, comprovadamente, um sucesso de vendas mundial, tem o mesmo tipo de público. 
Para o seu público alvo e para os apreciadores da série literária criada por Anna Todd, “After” será, provavelmente, um dos melhores filmes do ano e a sua visualização será um dos eventos cinematográficos mais marcantes. Mas para o resto da população, “After” revelar-se-á um flop e isto já é um bom indicador do que poderá esperar do filme. 
Mas voltando aos livros. Tal como as autoras das famosas séries literárias “Fifty Shades of Grey” ou “Twillight”, Anna Todd não tem qualquer passado no mundo literário, mas isso não a impediu de desenvolver um best-seller que a catapultou para a fama. E tal como os exemplos das autoras das sagas supra citadas, Todd soube explorar com muita astucia um nicho de mercado e desenvolveu, à volta das necessidades desse nicho e recorrendo a muitos clichés, um produto centrado numa história de amor. Esta pode ser encarada, por muitos, como uma história básica, mas para os verdadeiros fãs de Todd e dos seus Livros é, sem dúvida, um dos maiores romances da ficção de todos os tempos.
As semelhanças entre After” e obras como “Twilight” ou “Fifty Shades of Grey” não se fica só pelas semelhanças entre os passados das autoras ou pelo facto de estes produtos serem destaques num nicho bem específico da população. Estes três produtos têm também agora em comum o facto de terem gerado medíocres adaptações cinematográficas que, claramente, conquistaram o box-office devido à base de fãs dos livros, mas que pouco ou nada acrescentam ao panorama cinematográfico. 
Por isso se faz parte do público-alvo de “After” ou se é fã dos livros, então não tenho dúvidas que não se arrependerá de ver este filme no cinema. Já os restantes espectadores poderão não ter o mesmo feeling no final…

Sem comentários:

Enviar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas