Mais Recentes

Post Top Ad

Your Ad Spot

terça-feira, abril 02, 2019

IndieLisboa 2019 - Programação

Press-Release - Serão mais de duas centenas e meia de filmes que, entre 2 e 12 de Maio, contarão a história final da 16ª edição do IndieLisboa Festival Internacional de Cinema. Uma programação diversa que, este ano, olha de forma transversal a cinematografia brasileira, fazendo-a um dos destaques na secção Herói Independente, dedica um ciclo retrospectivo à grande musa do cinema francês, Anna Karina, destaca, entre outros, o trabalho singular da dupla Caroline Poggi e Jonathan Vinel na secção Silvestre, ou compila a mais interessante produção recente nas competições principais e IndieJúnior. Uma programação que promove o diálogo entre diferentes gerações e geografias do cinema, que se liga às urgências políticas, sociais e estéticas do globo e que se quer de descoberta e festa. 
Atenção especial no anúncio de hoje para os 17 filmes da competição nacional, uma selecção que reforça o papel cada vez mais importante da produção nacional no IndieLisboa, esta que é uma das áreas que mais espectadores tem trazido às salas do festival.Foi o grande vencedor do principal prémio do programa First Look no Festival de Locarno para obras em fase de pós-produção e é o único filme nacional seleccionado para o Festival Cinéma du Réel, Campo, de Tiago Hespanha, é um filme-ensaio na maior base militar da Europa, que reflecte sobre o físico e humano, o transcendente e mundano. Felipe Bragança e Catarina Wallenstein buscam em Tragam-me a Cabeça de Carmen M. uma representação histórica do Brasil. Ana a personagem principal mergulha no actual pesadelo político brasileiro, enquanto se prepara para encarnar o papel da fantástica luso-brasileira Carmen Miranda. Um filme sobre a criação artística de um país a braços com uma constante busca pela paz social. Depois de Quatro Horas Descalço,Anteroe Nyo Vweta Nafta, é com Alva que Ico Costa regressa ao IndieLisboa. A primeira longa metragem do realizador visita a história de Henrique, um homem que após cometer um homicídio, se refugia na floresta. Rodado em 16mm, num estilo progressivamente imersivo, a obra transporta-nos para esse espaço de solidão, questionando-nos sobre o que realmente move o protagonista. Regresso também para Catarina Ruivo com A Minha Avó Trelototó. Um filme sobre a ausência, juntando tempos e registos (vídeos, cartas, fotografias) numa homenagem tocante à memória da sua avó.Baseado na peça homónima de Tiago Rodrigues, Tristeza e Alegria na Vida das Girafas acompanha a aventura de uma menina e o seu urso de peluche suicida por uma Lisboa onde a crise espreita a cada encontro. Realizado por Tiago Guedes ("Coro dos Amantes", IndieLisboa 2014), esta é uma comédia doce e triste que conta com os desempenhos de Miguel Borges, Tonan Quito, Maria Abreu, Gonçalo Waddington e Miguel Guilherme. Em Mar, Margarida Gil resume a memória da epopeia marítima portuguesa, a polaridade Ocidente/Oriente e o embate com o actual drama dos refugiados. O filme conta com as interpretações de Maria de Medeiros, Pedro Cabrita Reis, Catarina Wallenstein, Nuno Lopes e Augusto Amado. 
Nas curtas, palavra especial para as estreias dos filmes de Susana Sousa Dias (Fordlândia Malaise), Catarina Mourão (O Mar Enrola na Areia), Pedro Cabeleira (Filomena) e Jorge Jácome (Past Perfect). A produção nacional recente marca presença também nas sessões especiais, com a estreia nacional de Hotel Império de Ivo Ferreira, que trará também ao festival a antesestreia da série Sul, Understory, de Margarida Cardoso, Donzela Guerreira, de Marta Pessoa e Um Ramadão em Lisboa, de Catarina Alves Costa, Amaya Sumpsi e Carlos Lima. 
A programação completa para o IndieLisboa 2019 estará disponível, a breve trecho, no site do festival, onde poderão ser ainda descobertos a sessão especial de animação polaca infantil dos anos 60 e 70, o cine-concerto realizado em parceria com a Casa da Música, os filmes mais extremos da secção Boca do Inferno, o programa de conversas e indústria do evento, assim como os vários momentos de encontro entre o cinema e outras áreas artísticas.
A 16.ª edição do IndieLisboa – Festival Internacional de Cinema decorre entre os dias 2 a 12 de Maio no Cinema São Jorge, Culturgest, Cinema Ideal e na Cinemateca Portuguesa. O festival é organizado pela IndieLisboa - Associação Cultural, com o apoio financeiro do Ministério da Cultura/ICA - Instituto do Cinema e do Audiovisual, da CML - Câmara Municipal de Lisboa, do Programa Creative Europe da União Europeia e da Allianz; em co-produção com a Culturgest, Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema e o Cinema São Jorge e em parceria estratégica com a EGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, EEM.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas