Ticker

6/recent/ticker-posts

Crítica - Crawl (2019)

Realizado por Alexandre Aja
Com Kaya Scodelario, Barry Pepper, Ross Anderson

Todos nós já nos assustamos, no passado, com os filmes de terror que envolvem tubarões, mas recentemente o cinema tem tido um novo vilão aquático: os crocodilos. Os filmes australianos "Black Water" são exemplos deste novo vilão, mas Hollywood tem também o curioso "Crawl"
Neste filme a jovem estrela Kaya Scodelario interpreta ma jovem mulher que tenta salvar o pai após um furacão, mas acaba por ficar presa dentro de uma casa durante uma inundação juntamente com os mais selvagens predadores da Flórida. Como se percebe, tais predadores são crocodilos que, verdade seja dita, são vilões tão eficazes como os tubarões. 
No mundo real, os crocodilos matam bem mais Humanos por ano que os tubarões, por isso até é realista colocar estes animais como predadores de Humanos porque, na realidade, apresentam mais essas características que os tubarões. E "Crawl" consegue passar uma imagem bem aterrorizadora dos crocodilos.
Alexandre Aja, um veterano na criação de bons filmes de terror, promove um filme sombrio e violento com várias sequências de terror muito bem conseguidas, onde os crocodilos cumprem o seu papel na perfeição como vilões, já Scodelario interpreta na perfeição a heroína capaz de sobreviver a tudo. É certo que "Crawl" não é o "Jaws" dos crocodilos, já que não é tão icónico, masé bem aceitável.


Classificação - 3 Estrelas em 5

Publicar um comentário

0 Comentários