Ticker

6/recent/ticker-posts

Crítica - The Rhythm Section (2020)

Realizado por Reed Morano
Com Blake Lively, Jude Law, Max Casella

Stephanie Patrick (Blake Lively) é uma mulher que tenta apurar as verdadeiras causas da queda de avião que matou a sua família – e a bordo do qual ela própria também deveria ter estado. Depois de descobrir que a tragédia não foi acidental, Stephanie, assumindo a identidade de uma assassina, resolve pôr-se no encalço dos responsáveis pelo atentado. 
Esta é a premissa de "The Rhythm Section", um thiller que claramente promete mais do que aquilo que efetivamente entrega. Em Portugal nem tivemos a oportunidade de ver este filme nas salas de cinema, mas por onde passou foi sempre um fracasso. 
Por incrível que pareça, Blake Lively até não é das principais razões para o insucesso do filme, já que até tem uma performance positiva. É certo que Lively não é uma grande atriz, mas tem até aqui uma performance razoável que nunca poderia ser melhor, já que o argumento é de facto uma tragédia e não deixa ninguém brilhar.Sem contexto e com muitas falhas narrativas,"The Rhythm Section" tem uma trama bastante mediana sem nenhuma dose extra de ação, aventura ou tensão. E estas falhas são precisamente as grandes críticas que se tecem a esta obra, já que após a sua introdução, "The Rhythm Section" mergulha num desenvolvimento lento, expectável e sem nenhum elemento de extremo valor.


Classificação - 1,5 Estrelas em 5  

Publicar um comentário

0 Comentários