Full width Top advertisement

As Nossas Críticas

Notícias

Post Page Advertisement [Top]

Crítica - Contratiempo (2016)

Crítica - Contratiempo (2016)
Crítica - Contratiempo (2016)

Realizado por Oriol Paulo
Com Mario Casas, Ana Wagener, Jose Coronado

Antes do aclamado e interessante "Durante La Tormenta", Oriol Paulo deslumbrou Espanha com o igualmente sublime e intenso thriller "Contratiempo". Neste projeto seguimos a história de Adrián Doria (Mario Casas), um empresário cujo negócio é um sucesso e lhe trouxe grande riqueza que ele usa para cuidar da sua bela esposa e da sua criança perfeita, bem como da sua amante com quem passa alguns fins de semana românticos. Tudo parece-lhe correr bem até ao dia em que, quando regressa de um desses fins de semana românticos, Doria e a sua amante têm um acidente que mata um jovem rapaz. Os dois entram em pânico e decidem esconder o crime, mas algo corre mal e todo o processo de ocultação do acidente culmina com a morte da amante, sendo Doria preso pelo crime. Com tudo o que construiu a desmoronar-se aos seus pés, Doria recorre a melhor advogada de defesa da Espanha, Virginia Goodman (Ana Wagener), e eles tentam descobrir o que realmente aconteceu e desvendar o mistério que ele próprio ajudou a criar. 
Estamos perante um thriller muito bem montado e habilmente criado que nos deixa em suspense até final. A jornada de Doria e da sua Advogada para descobrirem a verdade sobre o caso criminal que o afeta esta repleta de curvas e contracurvas, mentiras e meias verdades, twists e revelações bombásticas que tornam o filme interessante do início ao fim. Pode-se até discutir se o twist final não é excessivo na forma como brinca com a inteligência do espectador, mas certo é que termina a trama com o mesmo espírito de surpresa e suspense que pauta todo o filme. 
Neste tenso e hábil thriller existe, para além do realizador Orio Paulo, outro destaque que ajudou a elevar o filme. Trata-se do ator Mario Casas que, mesmo não sendo o ator mais expressivo do planeta, consegue adequar-se na perfeição ao exigente papel de Adrián Doria. O seu ar quase estóico até ajudou a elevar a personagem e a dinamizar uma intriga que precisava de um Doria deste jeito para ter ainda mais impacto. O restante elenco também acompanha a qualidade do protagonista e, em equipa, ajudam a transformar "Contratiempo" num grande filme com grande capacidade para entreter o espectador. Após ter tanto sucesso em Espanha e de até ter brilhado no Fantastic fest nosEstados Unidos, "Contratiempo"foi adquirido pela Netflix e pode ser visto quase em todo o mundo nesta plataforma.

Classificação - 4 Estrelas em 5

Sem comentários:

Publicar um comentário

Bottom Ad [Post Page]