Full width Top advertisement

As Nossas Críticas

Notícias

Post Page Advertisement [Top]

Crítica - Johnny English Strikes Again (2018)

Crítica - Johnny English Strikes Again (2018)
Crítica - Johnny English Strikes Again (2018)
Realizado por David Kerr
Com Olga Kurylenko, Emma Thompson, Rowan Atkinson

Este é o terceiro e talvez o último filme "Johnny English", uma saga que começou bem em 2003 mas que entrou num declive claro a partir daí. O segundo filme lançado em 2011 já denotava uma quebra de qualidade e, agora, esta terceira entrega acaba por se revelar o pior filme da trilogia. 
Há alguns momentos de puro humor que demonstram todo o talento do brilhante Rowan Atkinson que, passem os anos que passarem, continua a ser hilariante e um verdadeiro talento da comédia. Mas sem esses rasgos,  "Johnny English Strikes Again" revela-se inconsequente e uma comédia de ação muito pobre.  Sem Atkinson estaríamos perante um desastre ainda maior, mas nem mesmo o seu talento que aparece  a espaços consegue minorar os estragos ou salvar este projeto da banalidade. A sua presença é importante, mas o filme tem muitos erros. Mas mais grave que isso é talvez o facto de não denotar nenhuma criatividade ou dinâmica. O enredo, os elementos técnicos e até o seu elenco secundário estão todos abaixo do nível mediano. Sim, Atkinson é uma estrela, mas nem mesmo ele consegue salvar este filme do desastre.

Classificação - 2 Estrelas em 5

Sem comentários:

Publicar um comentário

Bottom Ad [Post Page]