Full width Top advertisement

As Nossas Críticas

Notícias

Post Page Advertisement [Top]

Crítica - The Cleansing Hour (2019)

Crítica - The Cleansing Hour (2019)
Realizado por Damien LeVeck
Com Alix Angel, Ryan Guzman 

Uma das boas surpresas da Edição de 2019 do Festival de Sitges foi o filme de terror “The Cleansing Hour”, a longa metragem de estreia de Damien LeVeck baseada na homónima curta criada pelo cineasta em 2016. 
Trata-se de um filme sobrenatural focado na temática do exorcismo, mas “The Cleansing Hour” confere a este tema badalado um twist moderno muito interessante, já que explora tal temática sobre a perspectiva das redes sociais e, de certa forma, acaba por invertes os papéis das personagens envolvidas, já que a certo ponto é o demónio que parece determinado a arrancar os pecados dos humanos!
A ideia é muito interessante e é habilmente desenvolvida por LeVeck que, juntamente com a sua equipa, conseguiu montar um filme que nunca se torna aborrecido e que, pese embora apresente alguns clichés, apresenta uma refrescante noção de inovação temática. 
Para além de nos oferecer uma história interessante e habilmente idealizada, “The Cleansing Hour” revela-se também uma obra tecnicamente interessante e com bons efeitos visuais que ajudam a elevar a trama. Um destaque especial também para o seu elenco, nomeadamente para a jovem Alix Angel que assumiu com sacrifício o complexo papel da vítima possuída pelo demónio!

Classificação - 3,5 Estrelas em 5

Sem comentários:

Publicar um comentário

Bottom Ad [Post Page]