Full width Top advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Crítica - The Rental (2020)

Crítica - The Rental (2020)

Crítica - The Rental (2020)

Realizado por Dave Franco

Com Dan Stevens, Alison Brie, Sheila Vand


O ator Dave Franco é conhecido não só por ser o irmão mais novo do também ator e cineasta James Franco, mas também por já ter participado em produções de relevo como "Now You See Me" ou "Bad Neighbours". Recentemente, Dave decidiu lançar-se também na realização. Uma vez mais seguiu os passos de James e quis trocar momentaneamente o palco dado pelas câmaras pelos bastidores do cinema e, tal como o seu irmão mais velho que até hoje só realizou obras com um certo cariz experimental, também Dave Franco decidiu fazer a sua estreia com uma obra de terror que foge um pouco aos parâmetros comerciais. Em abono da verdade, "The Rental" não é, de todo, um filme excêntrico e radicalmente diferente, como é por exemplo o recente e bizarro "I'm Thinking Of Ending Things", mas foge, ainda assim, do parâmetro normal e ainda bem que não cede a grandes convenções, já que o que o género de terror precisa são de filmes diferentes que tentam arriscar. 

Talvez se explique assim que "The Rental" esteja a fazer mais sucesso com a crítica do que propriamente com os espectadores. E tal acontece porque não é de todo um filme popular no sentido de seguir a típica estrutura de um filme de terror. De certa forma, "The Rental" faz-nos lembrar um pouco de "The Strangers", a obra protagonizada por Liv Tyler que também foi mal recebida pelo público devido à sua premissa bizarra e ao seu enredo pouco convencional. Tal como essa obra de Bryan Bertino, "The Rental" desenvolve uma trama misteriosa e curiosa com um certo sadismo que tem como protagonistas dois casais que alugam um refúgio perfeito à beira-mar, refugio este que rapidamente se torna numa prisão e num pesadelo quando o o que deveria ser um fim de semana de descanso assume contornos sinistros...

Trata-se de um thriller de terror tenso e de certa forma desconfortável mas que nunca se torna num verdadeiro festival de terror. Por via da sua abordagem de temas como a psicopatia acaba por ganhar contornos sádicos, sendo que degenera por isso num filme por vezes difícil de compreender, mas que não cede à típica fórmula de terror, nomeadamente com o seu final que é, sem dúvida, estranho e algo instável mas que se adequa à mensagem de realismo da psicopatia que o filme tenta passar. Afinal de contas no mundo real nem sempre tudo faz sentido e nem sempre tudo tem uma explicação ou um grande final, por isso "The Rental" com a sua conclusão atípica tenta também transmitir um pouco esta ideia, tal como aliás "The Strangers" o faz. 

Embora se possa dar um certo benefício da dúvida à narrativa, já que a mesma puxa efetivamente pelo gosto subjetivo e pela paciência do espectador, já é mais fácil analisar a sua vertente técnica. É verdade que este é o primeiro filme de Dave Franco e este, tal como o seu irmão, tem uma forte paixão pela extravagância e pela diferença, mas talvez o enredo precisasse de um olho um pouco mais comercial que não transformasse este produto em algo tão dispare. Pode-se dizer que tecnicamente "The Rental" é um filme algo áspero que necessitava de outro requinte técnico para contrabalançar um argumento difícil.  Nas mãos de alguém mais pródigo e experiente na criação de suspense e ambientes mais negros, talvez "The Rental" pudesse ter outro alcance e pudesse almejar a conquistar uma espécie de popularidade impopular junto dos cinéfilos. É porque de certa forma o argumento não corresponde ao estilo que o filme apresenta e isso acaba por prejudicar um pouco não só a sua mensagem, mas também o seu nível global. É compreensível que Dave Franco não quisesse arriscar tudo na sua primeira obra como cineasta, mas com um argumento tão fora da caixa poderia ter ido mais além....


Classificação - 3 Estrelas em 5

Sem comentários:

Publicar um comentário

Bottom Ad [Post Page]