Ticker

6/recent/ticker-posts

Crítica - Buffaloed (2020)

Crítica - Buffaloed (2020)


Realizado por Tanya Wexler

Com Zoey Deutch, Jai Courtney, Judy Greer


Para além de ser uma curiosa comédia, "Buffaloed" elucida também o espectador, com humor à mistura, sobre um tema complexo: o inacreditável mercado legal das cobranças de dívidas dos Estados Unidos da América. É um sistema verdadeiramente alucinante, sendo incompreensível como é que o mesmo é legal. O filme mostra como é que se consegue tirar proveito deste sistema, mas também mostra como é que é possível que pessoas honestas e trabalhadoras sejam arrastadas para um perigoso mundo de ameaças promovidas por pessoas que nada tiveram a ver com as dívidas contraídas, mas que agora têm o direito de as cobrar como pretendam.

São milhares as histórias de abusos, crimes e atividades ilícitas que proliferam no mundo legal da cobrança de dívidas nos Estados Unidos e "Buffaloed" parece fazer um mix das melhores para nos apresentar a história de Peg Dahl (Zoey Deutch), uma vigarista nata que é capaz de tudo para sair da sua cidade natal, Buffalo, em Nova Iorque. Com o objetivo de conseguir dinheiro e, assim, concretizar os seus planos, Peg decide tornar-se numa cobradora de dívidas, algo que a faz tornar-se cada vez mais ambiciosa e, assim, entrar na mira do rei do crime local.

Entre peripécias completamente alucinadas e algum humor à mistura, "Buffaloed" transporta-nos para uma visão algo colorida desta complexa indústria, mas que ainda assim consegue passar noções bem claras e estranhas sobre o mesmo. Parece um mundo inacreditável, mas embora o filme tenha alguns exageros acaba por até ser um retrato bastante fidedigno de como funciona esta verdadeira indústria de fazer dinheiro que parece tão ilegal....mas que é perfeitamente legal. 


Classificação - 3 Estrelas em 5

Publicar um comentário

0 Comentários