Ticker

6/recent/ticker-posts

Crítica - News of the World (2020)

Crítica - News of the World (2020)

Realizado por Paul Greengrass

Com Tom Hanks, Helena Zengel


"News of the World" é um dos estranhos casos da época 2020/2021 no cinema e que ilustra na perfeição o impacto que a pandemia está a ter na forma tradicional de consumir cinema. Num outro ano qualquer, "News of the World" seria o grande cabeça de cartaz da Universal Pictures no ataque aos Óscares e, por isso, o estúdio gastaria muito dinheiro e apostaria muita energia em promover um amplo lançamento nas salas de cinema. Nada disso aconteceu devido à Pandemia e, por isso, quando a Netflix propôs à Universal a compra do filme e, com isso, a compra dos direitos de exclusividade do filme na sua plataforma, a Universal não hesitou (e bem) aceitou a oferta, até porque assim não ficou a perder financeiramente e ainda mantém (em teoria) as hipóteses de chegar aos Óscares. 

Esta história só demonstra o poder que, neste momento, o streaming tem, não só sobre o público, mas sobretudo sobre os estúdios. E, infelizmente para os cinemas, mesmo quando a pandemia passar nada será como antes e o streaming continuará a reina. Novas plataformas vão surgir, as plataformas existentes vão crescer ainda mais e se há quatro anos 80% dos grandes filmes de Hollywood estreavam nos cinemas é bem possível que, a partir de 2020, apenas 20% dos grandes filmes norte-americanos (e não só) chegam às salas de cinema....

Esta pequena curiosidade pode parecer irrelevante no seio da crítica ao filme, mas é bastante reveladora do momento atual do cinema...Mas também a menciono porque acaba por ser um dos maiores pontos de interessante de "News of the World". No papel estamos perante um clássico candidato aos Óscares...É, afinal, uma espécie de western dramático que carrega nos elementos de época e que nos transporta para o complexo mundo geopolítico do Texas no Pós-Guerra Civil, promovendo uma narrativa que assenta numa espécie de ligação pai adotivo/filha adotiva entre duas personagens muito peculiares... É, no papel, um daqueles filmes clássicos pelos quais, normalmente, a Academia nutre grande carinho e, como se isso não bastasse, é protagonizado por Tom Hanks e realizado por Paul Greengrass, dois vultos de Hollywood. 



É certo que tinha tudo para resultar, mas não é um filme dourado. Tecnicamente é uma obra acima da média. A recriação da época é perfeita e a apresentação de uma profissão tão peculiar como Pivô de Notícias Ambulante é interessante, pena é que este ângulo quase não tenha sido explorado....E digo isto porque o grande enfoque é entregue ao drama semi-familiar/ emocional que liga a personagem da jovem Helena Zengel à do experiente Hanks, atirando assim a peculiaridade da profissão deste último para um quase terceiro plano. O enredo poderia (e deveria) ter aproveitado melhor este ângulo, mas preferiu forcar-se na dinâmica relacional entre os dois protagonistas, bem como nos fantasmas do passado que assombram a personagem de Hanks. 

É certo que, de um ponto de vista dramático, há algum interesse em explorar a crescente relação parental entre os protagonistas e conseguir decifrar os lamentos da personagem de Hanks, mas isto é algo que já vimos e que aqui até é explorado de uma forma algo pastelosa e previsível. Daí achar que "News of the World" perdeu uma oportunidade de se diferenciar e até de dinamizar o seu conteúdo....

Talvez por perceber que "News of the World" não teria grandes hipóteses na luta pelo Óscar de Melhor Filme ou Realizador, a Universal aceitou ganhar dinheiro com o mesmo e vender os seus direitos à Netflix. E talvez, neste prisma, a Universal tenha lucrado em toda a linha com a sua decisão. Mas ainda assim ainda acho que, mesmo com as suas falhas, este seria um daqueles filmes que ganharia com a exibição nos cinemas porque, como referi, ganha muito com a sua parte mais técnica que poderia se evidenciar de forma mais evidente num grande ecrã.  


Classificação - 3 Estrelas em 5


Publicar um comentário

0 Comentários