Mais Recentes

Post Top Ad

Your Ad Spot

terça-feira, junho 11, 2019

Apresentação Porto Femme – Festival Internacional de Cinema no Feminino


Está a chegar a segunda edição do Porto Femme – Festival Internacional de Cinema no feminino. Entre os dias 18 e 22 de Junho, o festival de cinema mais feminino da cidade Invicta volta a espalhar-se por diversos espaços, com telas e projetores a exibir cinema no feminino.
A organização, a cargo da XX Element Project – Associação Cultural, recebeu 474 filmes de 62 países, tais como Polónia, Brasil, México, Peru, China, Afeganistão, Síria ou ainda a Coreia do Sul, integrando as obras selecionadas nas várias competições, desde a nacional, internacional, a XX Element e a Nova Competição Estudante, passando por longas e curtas-metragens, ficções, documentários, animações e filmes experimentais. O júri que apreciará as obras nas várias competições é composto pela cineasta Raquel Freire, que estreou em Março deste ano o filme Mulheres do meu país, as realizadoras Luísa Sequeira, diretora dos festivais Shortcutz Porto e Super 9 Mobile Film Fest, eBeste YamalioĞlu da Ehemm Production da Turquia. Os documentaristas Pedro Neves da Red Desert Films e Patrícia Nogueira tambémintegram este painel assim como a artista Raquel Felgueiras e a investigadora Sónia de Sá. Os docentes Ana Catarina Pereira da UBI eAnabela Dinis Branco de Oliveira da UTAD, Carla Cerqueira da Universidade do Minho e Lusófona Porto, e Jaime Neves da Católica do Porto, Basak Tekin e Deniz Şengenç, ambas do festival internacional de cinema Flying Broom na Turquia, Maria José Magalhães ePatrícia Martins, ativistas feministas no Porto, juntam-se aos restantes membros que vão atribuir os prémios desta 2ª Edição.
O festival inicia-se a dia 18 no auditório da Biblioteca Almeida Garrett, onde a partir das 22h00, ocorre a cerimónia de abertura desta 2a edição, antecedida de um Porto de Honra. No dia 19, a festa de abertura acontece no Barracuda – Clube de Roque com os Pedaço Mau a animar os convidados do festival. Durante estes 5 dias, destaca-se o panorama internacional em parceria com os festivais de cinema FemCine e Flying Broom, que nos trazem filmes realizados por mulheres e premiados do Chile e da Turquia, respetivamente. Estão também programados dois workshops, A Realização de Cinema com Raquel Freire e A Câmara e O Ator com Inês Oliveira. Também poder-se-á ir ver uma exposição colaborativa entre a Clara Não e a Cara Trancada, num projeto que surge da necessidade de desconstruir tabus em relação à sexualidade feminina e não só. A exposição tem inauguração marcada para dia 19 no Selina. O festival encerra no dia 22 com uma homenagem à realizadora Monique Rutler e a projeção do seu filme Solo de Violino (1990), onde a própria estará presente, antes de se passar de novo para a pista de dança do Barracuda com a atuação dos Palmers.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas