Full width Top advertisement

As Nossas Críticas

Notícias

Post Page Advertisement [Top]

Crítica - Gerald's Game (2018)

Crítica - Gerald's Game (2018)
Crítica - Gerald's Game (2018)

Realizado por Mike Flanagan
Com Carla Gugino, Bruce Greenwood

Tenho sentimentos mistos por "Gerald's Game". Por um lado é uma obra que tem como principal força motriz uma gigantesca performance de Carla Gugino, sendo também de destacar o facto de conseguir adaptar de uma forma muito interessante um dos poucos livros de Stephen King que se dizia impossível de adaptar aos cinemas. Por outro lado, "Gerald's Game" tem uma reta final que considero desastrosa e até mesmo anti-climática. É certo que a culpa deste último ponto pode ser atribuída a King que escreveu a história original, mas também é verdade que o filme poderia ter melhorado a obra original do famoso escritor.
Neste thriller psicológico, a já aplaudida Gugino  interpreta Jessie que, juntamente com o seu marido Gerald (Bruce Greenwood),  decidem passar uns dias numa casa isolada com a intenção de passar um fim de semana romântico que possa salvar o seu casamento. Numa tentativa de apimentar a relação, Gerald decide organizar um jogo erótico que Jessie aceita participar com relutância. Uma vez presa à cama com algemas, Jessie ver Gerald sofrer um ataque cardíaco fulminante que o mata. Presa à cama, sem ter a quem pedir socorro, Jessie luta pela sobrevivência enquanto se recorda de alguns traumas na infância e dos problemas que levaram à quebra do seu casamento.
Poderia até se pensar pelo título que o filme teria como vilão o marido de Jessie, mas embora a personagem de Gerald (a figura de Geraldo pelo menos) seja importante para ajudar ao desenvolvimento psicológico da personagem interpretada por Gugino, certo é que nesta obra (quase) todos os vilões estão presos no subconsciente da protagonista. É certo que no final somos presenteados com algo mais real e concreto, sendo que é esta vertente mais real que acaba por estragar o final e por arruinar o clima desta produção. Até à sua parte final, "Gerald's Game" revela-se um forte thriller psicológico que mistura suspense com thriller de sobrevivência para montar uma trama cativante. Tudo muda quando o filme entra num plano mais absurdo que acaba por estragar o espírito e a mensagem que o filme vinha a transmitir. 
É pena o final é certo, mas no geral "Gerald's Game" revela-se interessante e mostra que é possível criar algo interessante com algo que, à primeira vista, poderia parecer mais digno de uma curta metragem. Mas o que é certo é que, salvo exceções já referidas, o filme consegue cativar e nunca dá a sensação que está a arrastar o seu tema base.

Classificação - 3,5 Estrelas em 5

Sem comentários:

Publicar um comentário

Bottom Ad [Post Page]